Dígito da conta bancária: para que serve?

Definido após um cálculo matemático do banco, esse número é um Importante recurso para identificar a sua conta e impedir possíveis fraudes
Dígito verificador (ou DV) é usado em contas bancárias e numa série de documentos (Karl Tapales/Getty Images)
Dígito verificador (ou DV) é usado em contas bancárias e numa série de documentos (Karl Tapales/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 11/08/2022 às 08:00.

Assim como outros documentos oficiais – CPF, RG e CNPJ, por exemplo – o número da sua conta bancária tem um dígito no final, aquele que aparece depois do tracinho ou espaço. Por exemplo, na conta-corrente 123456-7, o 7 é o dígito. Mas, afinal, o que é e para que serve esse número?

O que é DV da conta?

Composto por um ou mais algarismos, o dígito verificador (DV) é um código usado para validar a existência da sua conta-corrente ou conta-poupança. Sua função principal é impedir erros de transmissão ou digitação e evitar possíveis fraudes.

Segundo o Banco PAN, ele é tão importante que, se for digitado incorretamente, a transação financeira não é concluída, servindo, assim, como um recurso utilizado pelos bancos para autenticação.

O tamanho do número da conta varia conforme a instituição bancária. Porém, em qualquer uma vai existir o dígito de verificação da conta logo depois dessa sequência numérica, como você pode conferir no seu cartão ou app do banco.

O DV surgiu para estabelecer um padrão e assegurar que a comunicação de dados fosse eficiente. A ferramenta funcionou e hoje ele aparece em uma porção de documentos, desde os de identificação até números de matrículas, boletos de cobrança e códigos de barras. 

Como o dígito da conta é definido?

O dígito da conta não é escolhido ao acaso pelos bancos. As instituições financeiras utilizam diferentes métodos para chegar a ele, não há uma regra única para todos. De qualquer forma, a explicação é matemática: o número é resultado de cálculos de multiplicação, divisão e subtração.

No Banco PAN, por exemplo, o cálculo é o seguinte: multiplica-se todos os números da conta; depois, divide-se esse resultado por 11; o total é subtraído por 11; e então chega-se ao DV

Assim como a conta, o número da agência às vezes também tem um dígito e é comum as pessoas confundirem os dois. 

Embora tenham a mesma função de garantir a segurança das informações, ambos são diferentes – o dígito da agência nem sempre é pedido nas transações bancárias, inclusive. Se no seu caso eles forem iguais, foi só uma coincidência. 

E quando são dois números ou uma letra?

Em alguns casos, em vez de um algarismo, o dígito da agência ou conta é representado pela letra X. De acordo com o Banco PAN, se você precisar inserir esse número para fazer uma operação (um depósito, por exemplo) e o teclado do caixa eletrônico ou do aplicativo só tiver botões numéricos, basta trocar o X por zero.

Exemplo: se a conta é 123456-X, ao fazer a transação, ficaria 123456-0.

Também pode acontecer de o dígito ser formado por dois números em vez de um. Nem sempre, entretanto, ao preencher os dados da conta para uma transação bancária, há um campo em que caibam os dois algarismos do código. 

Nesse caso, o primeiro é acrescentado ao número da conta e apenas o último é considerado como dígito. A conta 123456-78, por exemplo, ficaria 1234567-8. Dúvida esclarecida, agora é só ficar atento a esse “detalhe” para evitar erros nas transações. 

Veja Também

O que é consumo consciente e como entrar nessa onda
Organizar
Há uma semana • 4 min de leitura

O que é consumo consciente e como entrar nessa onda

O que é melhor: casamento com separação ou partilha de bens?
Organizar
Há uma semana • 4 min de leitura

O que é melhor: casamento com separação ou partilha de bens?