Exército brasileiro ampliará produção de cloroquina, diz Bolsonaro  

Medicamento está sendo testado no combate ao coronavírus (Covid-19)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sábado (21), por meio das redes sociais, que os laboratórios do exército brasileiro irão ampliar a produção de cloroquina, um dos medicamentos que estão sendo testados para combater a Covid-19 (novo coronavírus).

“Decidimos que os laboratórios químicos e farmacêuticos do Exército devem ampliar imediatamente a produção desse medicamento”, disse o presidente em vídeo.

Ele lembrou ainda na última sexta-feira, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu que o cloroquino não poderá ser vendido para outros países, já que a medicação é utilizado para combater a malária, lúpus e inflamações nas articulações, entre outros. 

Testes

Nesta semana, a Prevent Senior e a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein anunciaram também que testarão o uso do medicamento cloroquina contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O Einstein informou a EXAME que prepara um protocolo de pesquisa para testes sobre a eficácia do medicamento hidroxicloroquina (variante da cloroquina) no tratamento da Covid-19. A Prevent Senior anunciou que usará, em caráter experimental, a cloroquina e o antibiótico azitromicin, com autorização das famílias, em pacientes com o quadro confirmado de contágio pelo novo coronavírus.

Os medicamentos apresentaram resultados positivos em estudos realizados por pesquisadores da China e da França. No entanto, ainda faltam estudos científicos e testes clínicos para que as drogas sejam consideradas seguras para tratamentos em ampla escala de casos da Covid-19.

Doentes

O Brasil está com 1128 infectados pelo coronavírus (Covid-19), segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde desta sábado-feira, 21. O número de mortes subiu de 11 para 18. A pasta não divulgou o número de casos suspeitos, como vinha fazendo nos últimos dias.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também