Tecnologia
Acompanhe:

Como limpar o celular para se proteger do coronavírus

Entenda como higienizar o smartphone da forma correta

 (Getty Images/Getty Images)

(Getty Images/Getty Images)

L
Lucas Agrela

18 de março de 2020, 11h34

A higiene pessoal é uma dos maiores aliadas no combate ao novo coronavírus (Covid-19). Apesar de o uso de álcool em gel ser importante para a limpeza das mãos, a substância não é a mais indicada para a higienização de celular ou outros aparelhos eletrônicos.

Segundo recomendação do Conselho Federal de Química, o álcool isopropílico -- vendido em lojas de eletrônicos --  é o mais indicado para ser usado na limpeza de produtos eletrônicos. O motivo é que a estrutura química da substância dificulta a oxidação das peças.

Ainda assim, a entidade ressalta a necessidade de cuidado com exagero na quantidade aplicada. O produto não deve ser molhado com o álcool isopropílico, mas apenas limpo com um lenço embebido na substância. Vale notar que o ideal é evitar o contato do álcool com conectores de energia ou de fones de ouvido.

Durante a limpeza, as fabricantes de smartphones também recomendam que o produto esteja desligado.

Outras substâncias podem ser abrasivas e devem ter o contato com aparelhos eletrônicos evitado.