JHSF (JHSF3) registra queda de 31,1% no lucro no segundo trimestre

Entre abril e junho deste ano o endividamento líquido da JHSF aumentou 92,5%
JHSF (JHSF3) (Divulgação/Exame)
JHSF (JHSF3) (Divulgação/Exame)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 12/08/2022 às 12:00.

A JHSF (JHSF3) divulgou nesta sexta-feira, 12, seu balanço do segundo trimestre de 2022.

A receita líquida da JHSF entre abril e junho deste ano foi de R$ 553,9 milhões, em queda de 21,1% na comparação com o mesmo período de 2021, quando tinha sido de R$ 702,3 milhões.

O faturamento da incorporadora diminuiu 42,2% no "core business" de incorporação, passando de R$ 581,1 milhões entre abril e junho de 2021 para R$ 335,8 milhões no mesmo período de 2022.

Segundo a JHSF, "o arrefecimento da receita é explicado pelo reconhecimento no segundo trimestre de 2021 da venda de terreno localizado no Parque Catarina para a XP Investimentos S.A., no valor de R$ 98,8 milhões".

Uma queda no resultado que não foi compensada nem pelas fortes altas registradas em outros segmentos, como Shoppings e Varejo, Hospitalidade e Gastronomia e com o Aeroporto Catalina, que registraram altas respectivamente de 60,9%, 86,1% e 192,2%.

O lucro líquido caiu 31,3%, passando de R$ 321,4 milhões no segundo trimestre de 2021 para R$ 220,7 milhões no mesmo período de 2022.

O resultado operacional da JHSF foi de R$ 269,2 milhões, em queda de 34% em relação ao mesmo período de 2021, quando tinha sido de R$ 408 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de R$ 283,7 milhões, em queda de 32,8% em relação aos R$ 422,4 milhões registrados no mesmo período de 2021.

JHSF (JHSF3) aumenta 92,5% o endividamento líquido no segundo trimestre

O endividamento líquido da JHSF aumentou 92,5%, passando de R$ 69,9 milhões em março de 2022 para R$ 145,6 milhões no final de junho.

Segundo a JHSF, durante o segundo trimestre do ano foram realizados investimentos para as expansões do Shopping Cidade Jardim e Catarina Fashion Outlet, com cerca de R$ 52 milhões, para a expansão do Aeroporto, com desembolso de aproximadamente R$ 12 milhões, e foi realizado o pagamento do sinal da aquisição do terreno do projeto “Fazenda Santa Helena”, localizado no Município de Bragança Paulista, no montante de R$ 44 milhões, totalizando cerca de R$ 108 milhões em investimentos no trimestre.