Lucro líquido: conheça esse importante indicador financeiro

Qualquer investidor que esteja começando na bolsa de valores deve entender o conceito de lucro líquido
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 14/07/2022 às 18:00.

Lucro líquido é o nome de um indicador financeiro importante para qualquer empresa, pois tem relação com a geração de caixa de suas operações.

Por isso, qualquer investidor que esteja começando na bolsa de valores deve entender o conceito de lucro líquido e sua importância.

O que é lucro líquido?

Lucro líquido é o nome dado para o rendimento que uma companhia gera aos seus acionistas através de suas atividades. Seu cálculo é dado pela diferença entre a receita total da empresa e o seu custo para manter suas operações. 

Ou seja: o conceito de lucro líquido consiste no quanto a empresa lucrou depois de descontar todos os gastos, impostos e outros descontos de sua cadeia produtiva.

Sendo assim, essa métrica é usada para avaliar o “dinheiro limpo” que a empresa faz através de suas atividades.

Para entender o que é lucro líquido, basta olhar as demonstrações financeiras da empresa: de forma geral, este indicador aparece depois de descontados todos os impostos e gastos da companhia

Portanto, muitos gestores de fundos de investimentos avaliam com atenção o quanto as empresas geram lucro. Afinal, essa métrica é fundamental para entender como uma companhia está performando.

Como calcular o lucro líquido?

De fato: na fórmula do lucro líquido de uma companhia, não é preciso fazer uso de cálculos complexos: contas simples já permitem chegar ao resultado. Sendo assim, a fórmula é descrita abaixo: 

Lucro Líquido: Receita – Despesas Fixas – Despesas Variáveis

Ou seja: para calcular o lucro líquido, basta pegar a receita total e fazer algumas contas de subtração para retirar os custos fixos e variáveis.

Algumas despesas fixas são, por exemplo, os salários dos funcionários, aluguel, seguros, contas e outros. Por outro lado, custos variáveis são comissões de venda, taxas de cartão de crédito, insumos para a empresa e outros.

Ou seja: avaliar essa métrica é muito importante, tanto é que ela é fundamental na hora de avaliar uma ação com capital aberto na bolsa de valores.

Como funciona o Lucro Líquido?

Para entender como funciona o lucro líquido, é possível fazer uso de um exemplo prático. Por isso, suponha que a empresa ABC trabalhe no setor de restaurantes e fature R$ 100 mil no mês.

Esse valor não fica todo com a empresa, uma vez que ela tem gastos. Assim, ela precisa avaliar os custos fixos (aluguel, salários e outros) e os custos variáveis (insumos, bonificações aos funcionários e outros) para entender seus gastos.

Dessa forma, o dono da empresa verifica que seus custos estão altos e que representam R$ 90 mil naquele mês. Isso significa que seu lucro líquido foi de apenas R$ 10 mil.

Porém, ele decide otimizar seus processos, cortar custos e melhorar sua cadeia produtiva. No mês seguinte, ele diminuiu seus custos para R$ 40 mil.

Ou seja: se a  empresa fatura R$ 100 mil por mês, essa é a sua receita. Assim, se ela paga um total de R$ 40 mil em impostos, contas e salários, seu lucro líquido é de R$ 60 mil.

Portanto, avaliar o lucro líquido é fundamental não só para empreendedores, mas também para quem deseja avaliar os diversos tipos de ativos de renda variável, como ações ou fundos imobiliários.

Para que serve o Lucro Líquido?

O objetivo do lucro líquido é avaliar a saúde financeira de uma empresa (afinal, ele representa quanto sobra de dinheiro para a companhia no fim de suas operações).

Ou seja: se uma empresa apresenta um bom lucro que está se mantendo ou crescendo ao longo do tempo, isso é sinal de que suas atividades estão gerando lucro.

Por outro lado, se a empresa tiver uma constante diminuição em seu lucro (ou até mesmo um prejuízo), pode ser que seus gestores não estejam conseguindo guiá-la da forma adequada.

Por isso é que muitos gestores de fundos de ações, analistas de investimentos e até mesmo investidores individuais olham com atenção para a evolução do lucro das empresas listadas na bolsa.

Entretanto, não deve-se avaliar essa métrica de forma isolada: pode ser que o setor da empresa tenha passado por um momento difícil ou que ela tenha realizado a compra de um novo equipamento, por exemplo.

Por isso é muito importante avaliar uma empresa usando vários indicadores financeiros para obter mais respostas sobre a sua situação financeira.

Qual a diferença entre lucro líquido e lucro bruto?

Para alguns, pode ser difícil compreender a diferença entre lucro bruto e lucro líquido, uma vez que o nome desses conceitos é muito parecido e eles estão muito relacionados

Entretanto, é simples de entender a diferença entre os dois: o lucro bruto considera a receita diminuída dos custos variáveis apenas.

Por outro lado, o lucro líquido (como já foi falado), consiste na subtração dos custos fixos e variáveis da receita. 

Ou seja: a diferença entre os dois está no fato de que o lucro líquido adiciona os custos fixos na equação. 

Entretanto, não se deve considerar apenas uma ou outra métrica: o interessante é avaliar as duas para entender sobre a saúde financeira da empresa e para tomar melhores decisões de investimentos.

Assim, um investidor pode optar por alocar seu capital em uma empresa ou, caso não ache uma boa oportunidade para investir, pode preferir manter seu dinheiro em renda fixa até achar uma boa ação para investir.

Como analisar o Lucro Líquido de uma Empresa?

De fato, muitos investidores e profissionais do mercado de capitais podem acreditar que o lucro líquido consiste em uma entrada efetiva de caixa na empresa na hora de analisar o lucro líquido de uma empresa da bolsa.

No entanto, a empresa pode apresentar lucro e não ter entrada de dinheiro. Isso é algo muito confuso para alguns, mas com os devidos cuidados e sabendo interpretar o fluxo de caixa de uma companhia, é possível entender a razão.

Basicamente, nas demonstrações financeiras da empresa, o lucro líquido consiste na expectativa de pagamento, e não na sua entrada de fato. Isso acontece porque o pagamento dos clientes pode ter sido feito à prazo.

Por isso, é importante avaliar indicadores de dívida, de faturamento e até mesmo de preço para que se tenha uma clareza maior sobre a rentabilidade de uma empresa.

Você ainda tem alguma questão sobre o funcionamento do lucro líquido? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?