Invest

Como começar a investir em 2024? Guia completo

Saiba como dar os primeiros passos nos investimentos neste ano de alta de juros e incertezas econômicas

Investimentos em renda fixa, como CDBs, LCIs e LCAs, ganham espaço entre os brasileiros (Evgeniia Siiankovskaia/Getty Images)

Investimentos em renda fixa, como CDBs, LCIs e LCAs, ganham espaço entre os brasileiros (Evgeniia Siiankovskaia/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 19 de dezembro de 2023 às 10h22.

Última atualização em 19 de dezembro de 2023 às 17h55.

Este guia oferece uma introdução essencial para aqueles que buscam como começar a investir.

Descubra as principais tendências do mercado, estratégias de diversificação, planejamento financeiro e as melhores práticas para otimizar seus investimentos. Prepare-se para alcançar seus objetivos financeiros em 2024!

ONDE INVESTIR EM 2024: Acesse o relatório gratuito com as melhores oportunidades para 2024 de acordo com o BTG Pactual

Como começar a investir em 2024?

Em 2024, com os juros americanos altos e incertezas econômicas, começar a investir demanda uma abordagem estratégica e informada. Antes de tudo, é crucial compreender seus objetivos financeiros e tolerância ao risco.

Educação financeira é a base; entender diferentes classes de ativos, como ações, títulos e fundos, é fundamental. Conceitos como taxa de juros, inflação, base monetária e outros devem ser compreendidos.

Explorar plataformas de investimento online pode ser uma opção conveniente, permitindo acesso a uma variedade de ativos com facilidade. Existem diversos tipos de corretoras com características específicas, permitindo até mesmo a alocação de recursos por meio do internet banking.

Além disso, a pesquisa cuidadosa e a análise de mercado são essenciais para tomar decisões informadas. Por isso, acompanhar notícias econômicas e tendências globais ajuda a antecipar movimentos do mercado.

Por fim, estabeleça metas de curto, médio e longo prazo, adaptando sua estratégia de acordo com as mudanças na vida e nas condições do mercado.

Como investir dinheiro e ter lucro com 9 dicas

Neste guia, você verá nove passos essenciais para investir com sucesso. Aprenda como planejar, diversificar e tomar decisões informadas para obter lucro e alcançar seus objetivos financeiros.

Para investir dinheiro e conseguir lucrar com isso, é preciso seguir uma série de passos.

1. Faça um planejamento financeiro

Um planejamento financeiro é essencial antes de investir. Avalie suas despesas, receitas e economias. Defina metas realistas e estabeleça um orçamento mensal.

Isso ajudará a direcionar seus investimentos, controlar gastos desnecessários e garantir que você esteja financeiramente preparado para alcançar seus objetivos. É importante ter em mente que investir dinheiro é a chave para a riqueza no longo prazo.

2. Conheça seu perfil do investidor

Antes de investir, é fundamental conhecer seu perfil de investidor. Avalie sua tolerância ao risco, seus objetivos de investimento e horizonte de tempo.

Essas informações ajudarão a escolher os investimentos adequados, alinhados com suas preferências e metas. 

3. Abra conta em uma corretora

A abertura de uma conta em uma corretora é necessária para investir. Pesquise corretoras confiáveis, verifique taxas e serviços oferecidos.

Após a abertura da conta, você poderá acessar diferentes produtos financeiros e realizar suas operações de compra e venda.

4. Conheça a relação entre risco e retorno

Entender a relação entre risco e retorno é fundamental para investir. Investimentos mais arriscados têm potencial de retorno mais elevado, mas também envolvem maior possibilidade de perdas.

Avalie sua disposição em correr riscos, diversifique sua carteira e busque um equilíbrio entre segurança e oportunidades de lucro.

É importante sempre avaliar as propriedades de cada investimento para saber se vale a pena investir dinheiro nas diversas opções de ativos financeiros.

5. Saiba a diferença entre renda fixa e variável

Ao investir, é importante compreender a diferença entre renda fixa e variável. A renda fixa oferece retornos previsíveis, como títulos públicos e CDBs.

Já a renda variável envolve maior risco, como ações e fundos imobiliários, com retornos que oscilam de acordo com o desempenho do mercado.

6. Diversifique seus investimentos

A diversificação é fundamental para reduzir riscos e maximizar ganhos. Ao diversificar, você distribui seus investimentos em diferentes ativos e setores.

Dessa forma, uma eventual perda em um investimento pode ser compensada por ganhos em outros.

7. Não esqueça da liquidez, taxas e impostos dos investimentos

Além de avaliar os retornos, considere também a liquidez dos investimentos, ou seja, a facilidade de resgatá-los. Verifique as taxas cobradas pela corretora e os impostos incidentes sobre cada investimento.

8. Tenha constância nos aportes

Mantenha uma disciplina de investimento regular, realizando aportes constantes. Investir regularmente, mesmo que em quantias menores, permite aproveitar o efeito do tempo e a média de preço, reduzindo o impacto da volatilidade do mercado.

A constância nos aportes é uma estratégia importante para alcançar seus objetivos de longo prazo.

9. Reinvista seus dividendos para ter mais lucro

Se você investe em ações que pagam dividendos, considere reinvestir esses proventos. Ao reinvestir, você compra mais ações ou cotas do mesmo ativo, aumentando sua participação e potencializando seus ganhos no longo prazo.

Essa estratégia é conhecida como "juros sobre juros" e pode impulsionar seus rendimentos ao longo do tempo.

Qual é a relação entre risco e retorno nos investimentos?

A relação entre risco e retorno é um conceito fundamental para quem quer entender como investir. Em essência, essa relação implica que quanto maior o risco que um investidor está disposto a assumir, maior o potencial de retorno.

Investimentos de maior risco, como ações individuais ou ativos mais voláteis, podem oferecer a oportunidade de obter retornos substancialmente maiores, mas também carregam a ameaça de perdas significativas.

ONDE INVESTIR EM 2024: Acesse o relatório gratuito com as melhores oportunidades para 2024 de acordo com o BTG Pactual

Por outro lado, investimentos de baixo risco, como títulos do governo, tendem a proporcionar retornos mais modestos, porém com uma probabilidade menor de perda.

Os investidores devem avaliar seu próprio perfil de risco, objetivos financeiros e horizonte de investimento ao decidir como equilibrar risco e retorno em sua carteira.

A diversificação desempenha um papel crucial na gestão do risco, permitindo que os investidores busquem retornos razoáveis enquanto mitigam exposição excessiva a qualquer ativo específico.

Como investir seu dinheiro? Conheça a diferença entre os investimentos

Conheça como funciona cada tipo de investimento:

Como investir na renda fixa?

Comece abrindo uma conta em uma corretora ou banco para investir em renda fixa. Escolha entre títulos públicos, CDBs, LCIs, LCAs ou debêntures, alinhando suas escolhas aos objetivos financeiros.

Como investir em CDB?

Para investir em CDB, abra uma conta em uma instituição financeira oferecendo esse produto. Avalie opções considerando prazos, taxas e modalidades de remuneração. Aplique seguindo as instruções da instituição, acompanhando periodicamente e resgatando conforme acordado.

Para investir em Certificado de Depósito Bancário (CDB), você precisa escolher uma instituição financeira que ofereça esse produto.

Abra uma conta nessa instituição e avalie as opções de CDB disponíveis, considerando prazos, taxas de juro e modalidades de remuneração.

Em seguida, faça a aplicação seguindo as instruções fornecidas pela instituição. Lembre-se de acompanhar periodicamente seu investimento e resgatá-lo na data acordada.

Como investir no Tesouro Direto?

Investir no Tesouro Direto é simples: abra uma  conta em uma corretora habilitada, analise os títulos considerando prazos e taxas, escolha o mais adequado e compre pela plataforma.

Como investir em ações?

Investir na bolsa de valores requer abrir conta em corretora, estudar empresas listadas, escolher ações alinhadas aos objetivos e realizar a compra pela plataforma da corretora, acompanhando a volatilidade do mercado.

Como investir em fundos imobiliários (FIIs)?

Para investir em fundos imobiliários, abra conta em corretora, transfira o valor desejado, pesquise fundos considerando carteira, gestão e histórico. Escolha os adequados, compre as cotas e acompanhe os rendimentos.

Como investir em ETFs?

Investir em ETFs é semelhante à compra de ações. Abra conta em corretora, transfira o valor desejado, pesquise ETFs, analise índice ou setor, escolha os adequados e compre pela plataforma, acompanhando o desempenho.

Como investir no exterior?

Para investir no exterior, abra conta em corretora internacional que aceite brasileiros, escolhendo uma confiável após pesquisa.

Como investir em BDRs?

Investir em BDRs requer abrir conta em corretora habilitada. Escolha BDRs considerando a empresa emissora e a classe de ativos. Faça a compra e acompanhe o desempenho.

Como investir em fundos de investimento?

Investir em fundos de investimento envolve abrir conta em corretora ou banco, analisar estratégia, histórico e taxa de administração. Escolha os fundos adequados e aplique pela plataforma da instituição.

4 livros sobre investimentos para ler em 2024

Para 2024, selecionamos quatro livros sobre investimentos que têm lições poderosas, abordando os fundamentos das finanças. 

1. "O Homem mais Rico da Babilônia" - George S. Clason

Embora não seja um livro estritamente sobre investimentos, "O Homem mais Rico da Babilônia" fornece lições financeiras valiosas por meio de parábolas situadas na antiga Babilônia.

As histórias oferecem princípios fundamentais de gestão financeira, como poupar, investir com sabedoria e evitar dívidas excessivas.

É uma leitura leve e educativa, perfeita para quem busca lições financeiras práticas.

2. "Pai Rico, Pai Pobre" - Robert T. Kiyosaki

Robert Kiyosaki desafia conceitos convencionais sobre dinheiro e investimentos neste best-seller.

Ele compartilha suas experiências de vida, contrastando a educação financeira que recebeu de seu "Pai Pobre" com os ensinamentos de seu amigo "Pai Rico".

O livro destaca a importância de adquirir ativos financeiros e desenvolver uma mentalidade empreendedora para alcançar independência financeira.

3. “O Investidor de Bom Senso” - John Bogle

Nessa obra, Bogle, criador da Vanguard, discute o poder dos fundos de índice, que incluem tanto fundos mútuos quanto ETFs, como uma maneira eficaz e acessível para os investidores obterem exposição ao mercado de ações.

Neste livro, Bogle argumenta a favor da simplicidade e da eficiência dos ETFs, que buscam replicar o desempenho de um índice de mercado em vez de tentar superá-lo.

É sem dúvidas um clássico que traz uma perspectiva simples e inovadora de investimentos. 

4. “Antifrágil” - Nassim Nicholas Taleb

Na obra, a temática vai muito além de investimentos. No entanto, é uma leitura muito recomendada para quem quer investir. 

"Antifrágil" explora a ideia de antifragilidade, um conceito desenvolvido por Taleb para descrever sistemas e entidades que não apenas resistem a choques e incertezas, mas que, na verdade, se beneficiam deles.

A principal premissa do livro é que, em um mundo cada vez mais volátil e incerto, a resiliência não é suficiente. Em vez disso, Taleb argumenta que algumas coisas prosperam com o caos, enquanto outras que parecem robustas podem, na verdade, ser frágeis.

Quer saber mais sobre como investir da forma certa em 2024? Então leia nossos outros artigos abaixo:

ONDE INVESTIR EM 2024: Acesse o relatório gratuito com as melhores oportunidades para 2024 de acordo com o BTG Pactual

Acompanhe tudo sobre:comecar-a-investirGuia de InvestimentosLivros

Mais de Invest

Petrobras (PETR4), inflação americana, união da Auren e AES Brasil: o que move o mercado

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 25 milhões nesta quinta-feira

Bolsas da Europa operam em baixa modesta, após longa sequência positiva

Bolsas da Ásia e Pacífico fecham em alta, após recordes em NY com CPI dos EUA

Mais na Exame