Nesta edição

Nesta edição

DA EXAME

Um norte para 2021


PRIMEIRO LUGAR

FINANÇAS – Muito além da Faria Lima

Jovens de baixa renda rompem o estigma de que controlar as contas e investir depende de muito dinheiro e se tornam influenciadores cheios de didatismo e empatia 

PME – Aprovadas com louvor

A pandemia e o fechamento das escolas bombaram os negócios das edtechs, as startups do ensino. Em 2021, isso deve continuar 

ENERGIA – O novo “vale do lítio” 

A região no sul da Califórnia quer se tornar o novo centro de produção de baterias para carros elétricos

DIGITALIZAÇÃO – Um caminho sem volta

De acordo com um relatório da consultoria McKinsey, as empresas brasileiras têm avançado no uso de novas tecnologias digitais nos negócios, mas a maior parte ainda está distante das empresas líderes nesse campo

FIIS – Palco de grande negócios

Fundos imobiliários protagonizaram algumas das maiores compras de ativos neste ano

TECNOLOGIA – Algoritmos  sem preconceito

Para consultor, é urgente mudar a maneira como os algoritmos são criados para ter um ambiente digital justo


21 IDEIAS

1. Um mundo sem liderança

A cena política global segue dividida e polarizada em 2021 — mesmo sem o presidente Donald Trump na Casa Branca. É o que pensa o cientista político americano Ian Bremmer, da consultoria Eurasia. Ele explica por que o vácuo de poder continua, ainda que boas notícias venham dos fronts tecnológico e ambiental

2. A segunda metade será melhor? 

Os primeiros dois anos do governo Bolsonaro se resumem a poucas vitórias, muito embate político e uma crise econômica provocada por uma pandemia. Agora restam dois anos para o presidente entregar a agenda liberal que defende e fazer o país voltar a crescer

3. A guinada na diplomacia americana

O democrata Joe Biden se instala na Casa Branca em janeiro com a promessa de trocar o lema “Estados Unidos em primeiro lugar” de Donald Trump por uma política externa pautada pela cooperação internacional e pelo multilateralismo. E o Brasil que se cuide

4. O ano da retomada?

Há motivos para sermos otimistas em relação a 2021, mas projetar uma grande recuperação econômica e manter um crescimento forte e sustentável depois disso exigirá muito mais do que uma vacina contra a covid-19

5. O Brasil ficou pequeno

O investidor brasileiro aprendeu a importância da diversificação e não se contenta mais só com ativos no mercado doméstico. Novas regras devem permitir o aumento do acesso a ações e fundos com exposição ao exterior

6. Encruzilhada financeira 

A popularização do Pix e a chegada do open banking vão derrubar barreiras de entrada e acirrar a disputa pelo cliente. Para os bancos, será a chance de abraçar as inovações diante de rivais digitais

7. Uma ameaça muito maior: o clima 

A mudança climática, o esgotamento de recursos e a desigualdade social representam ameaças muito mais sérias à nossa sobrevivência do que a pandemia de covid-19

8. O começo do fim?

A chegada da vacina contra a covid-19 traz uma esperança. Ela pode reduzir o número de vítimas da pandemia e de infecções. Mas a dificuldade em torno da distribuição e a duração da imunidade ainda são questões em aberto

9. A geração Z chega aos Jogos Olímpicos

Com uma nova plasticidade e com valores contemporâneos, modalidades como skate, surfe e BMX invadem a tradição hierarquizada da competição

10. O digital venceu

Apoiador de primeira hora da telemedicina, o oftalmologista Claudio Lottenberg, presidente do conselho deliberativo do grupo que administra o Hospital Albert Einstein, diz que a saúde no Brasil vai dar um salto com as novas tecnologias

11. Uma nova roupa para o futuro

Em 2021, mais do que nunca ser sustentável vai estar na moda. Varejistas e fabricantes planejam aumentar os esforços para reduzir seu impacto ambiental — tanto nos processos industriais quanto encorajando o uso das peças por mais tempo

12. Novos conselhos

Para atender clientes, funcionários e investidores cada vez mais exigentes, as empresas devem aprimorar os comitês que dão apoio à gestão

13. A vez de ser grande

Até há pouco tempo um sonho para os empreendedores brasileiros, a abertura de capital na bolsa pode virar uma realidade em 2021. Os motivos: os juros baixos, uma B3 acessível e a boa safra de startups em busca de capital para crescer

14. A década sem carbono

Ao que tudo indica, 2021 será o ano da virada para as energias limpas no mundo, com o barateamento desse tipo de tecnologia e um governo Biden a favor delas. O Brasil tem muito a ganhar com essa transição energética

15. As empresas vão pensar na saúde mental

Num 2020 complicadíssimo por causa da pandemia, muitas empresas investiram em iniciativas para aliviar as angústias de seus funcionários. Tudo isso deve seguir de pé e ser ampliado em 2021, numa mudança radical corporativa

16. Trabalhar de todo lugar

Em 2021, a possibilidade de um trabalho 100% remoto deve espalhar profissionais qualificados para longe de suas empresas e trazer desafios às cidades que os recebem

17. O cerco às big techs

Nos Estados Unidos, na Europa e na China cresce a pressão das autoridades sobre as grandes empresas de tecnologia e sobre seu poder de influenciar e dominar os mercados em diversos segmentos da economia

18. O 5G não pode esperar

A entrada do Brasil na era das telecomunicações 5G deve abrir caminho para uma transformação digital ainda mais profunda, que afetará as empresas, a indústria, os transportes e as cidades

19. LGPD: o que muda com as punições?

As multas às empresas e entidades que descumprirem a Lei Geral de Proteção de Dados começam a ser aplicadas em 2021. Mas as informações dos consumidores ficarão mais seguras?

20. A nova receita da alta gastronomia

Em tempos de incertezas, menus demorados e muito inventivos cedem espaço para ingredientes incensados como trufas e caviar, cujo preço ninguém discute

21. A arte fica mais acessível

Museus e galerias adotam visitas virtuais, e os leilões abandonam os catálogos impressos. Diversidade é outra tendência do mercado


OPINIÃO

CRISTINA JUNQUEIRA – Inclusão de verdade

o auxílio emergencial na pandemia trouxe milhões de brasileiros para o sistema financeiro. mas não basta ter uma conta. o desafio agora é vencer a sub-bancarização 

SOFIA ESTEVES – A nova pandemia 

O que me preocupa são duas ilusões nos dias de hoje: que somos capazes de trabalhar incansavelmente e que consumir insaciavelmente é a solução da maioria dos problemas


CASUAL

BEBIDA – Drinque  de fim  de  ano

O testemunho de algumas das maiores estrelas da coquetelaria do país sobre a nova rotina nos balcões imposta pela pandemia de covid-19

ARTE – Obra na garagem

Com nova galeria em Nova York, Nara Roesler aumenta a visibilidade de artistas brasileiros e acelera a expansão internacional

ESPORTE – Da praia para o asfalto

A onda do beach tênis chega a academias e resorts no interior do país e já desponta como a febre do verão

MÚSICA – Bis no escritório

Gabriel Moura comanda a segunda edição do Casual Jam, série de shows promovidos na sede da EXAME

RELÓGIOS – Direto do fundo do mar

Modelos de mergulho, como o Submersible Azzurro da Panerai, são destaque nas manufaturas suíças

CULTURA – No verão do distanciamento

Numa época de exceção, a estação terá menos folgas sob o sol e mais diversão em casa — boa hora para ver filmes em streaming

MEU ESTILO – “Gosto muito de muita coisa”

Fabio Faccio, presidente da Renner, é tão eclético em sua vida casual quanto o grupo que dirige


(Publicidade/Exame)


(Publicidade/Exame)


(Publicidade/Exame)

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.