Pop
Acompanhe:

Lebron James entra para o clube dos bilionários; veja como ele conquistou a fortuna

Após ficar em segundo lugar na lista de atletas mais bem pagos de 2021 ao receber US$ 121,2 milhões, James se tornou oficialmente bilionário

Lebron James: só em 2021, o jogador investiu na empresa de ginástica Tonal e na startup de tecnologia esportiva StatusPRO (Thearon W. Henderson/Getty Images)

Lebron James: só em 2021, o jogador investiu na empresa de ginástica Tonal e na startup de tecnologia esportiva StatusPRO (Thearon W. Henderson/Getty Images)

André Martins
André Martins

2 de junho de 2022, 13h47

Lebron James, jogador da maior liga de basquete do mundo, se tornou oficialmente um bilionário, segundo levantamento da Revista Forbes. Essa é a primeira vez que um jogador da NBA alcança esse feito ainda em atividade. Michael Jordan é outro bilionário do basquete, mas só atingiu o bilhão dez anos depois de se aposentar.

Após ficar em segundo lugar na lista de atletas mais bem pagos de 2021 ao receber US$ 121,2 milhões, James entrou para o clube dos bilionários. Segundo dados da Forbes, o jogador de 37 anos tem um patrimônio líquido de US$ 1 bilhão, cerca de US$ 1,2 bilhão em lucros antes dos impostos.

James teria recebido mais de US$ 385 milhões em salários do Cleveland Cavaliers, Miami Heat e Los Angeles Lakers como jogador mais bem pago da NBA e mais de US$ 900 milhões em receitas fora das quadras.

Além de receber um alto salário jogando pelo LA Lakers e dos valores recebidos em publicidade, Lebron diversifica seus ganhos investindo de diversos negócios. Em, entrevista à revista GQ em 2014, o atleta já adiantava que seu desejo era se tornar bilionário com essa estratégia. "Eu quero maximizar meus negócios. E se eu conseguir isso, se eu for um atleta de US$ 1 bilhão, ho. Hip hip hooray! animado", revelou.

Só em 2021, o jogador investiu na empresa de ginástica Tonal e na startup de tecnologia esportiva StatusPRO. Além disso, ele estreou o filme Space Jam: Um Novo Legado no último ano.

Como Lebron James se tornou bilionário

Um dos segredos da fortuna de Lebron é a sua participação em marcas, onde acaba se tornando investidor. Foi o caso quando ele largou um patrocínio de US$ 15 milhões do McDonald's para apostar na rede Blaze Pizza, em rápido crescimento. Ele pagou menos de US$ 1 milhão por 10% da cadeia de pizzas em 2012. Hoje sua participação na empresa vale cerca de US$ 30 milhões segundo estimativas da Forbes.

Um grande investimento de James é a The SpringHill Company, fundada pelo atleta e Maverick Carter em 2020. Seu conselho de administração inclui a tenista Serena Williams. O grupo combina três empresas, a agência de marketing James' Robot Company, a plataforma de atletas Uninterrupted e a SpringHill Entertainment, fundada em 2007 como veículo de produção do prêmio. A Forbes estima que a participação de James na empresa vale US$ 300 milhões. 

Lebron também tem US$ 90 milhões em participação do grupo de esportes Fenway. Estima-se que James tem 1% do grupo. A empresa é dona do time de beisebol Boston Red Sox, do estádio de beisebol Fenway Park, do gigante do futebol inglês Liverpool, além de 80% da rede de esportes americana England Sports Network. Em 2021, o grupo pagou US$ 900 milhões pelo time de futebol americano Pittsburgh Penguins.

Entre os patrimônios do jogador estão três mansões que valem cerca de US$ 80 milhões. Uma fica em na sua cidade natal, Akron, Ohio, a segunda em Los Angeles e a última em Beverly Hills.

Dezoito vezes considerado o melhor jogador da liga, maior cestinha da NBA, quatro vezes campeão e duas vezes medalhista de ouro olímpico, James vem de uma temporada abaixo das expectativas. Mas apesar de estar fora da disputa do título da NBA pela quarta vez em 19 temporadas, um dos maiores jogadores da NBA tem uma nova conquista para comemorar.

LEIA TAMBÉM:

Quem são os 5 maiores bilionários da China? Conheça a fortuna dos donos do Alibaba, Tencent e TikTok

Como Julia Roberts gasta sua fortuna de US$ 250 milhões?