Quais são as vantagens e desvantagens dos fundos multimercado?

Apesar de representarem uma importante opção de investimento, muitos ainda não sabem quais são as vantagens e desvantagens dos fundos multimercado
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 27/06/2022 às 20:39.

Os fundos multimercado representam uma importante opção de investimento para quem busca diversificação de portfólio. Existem diferentes tipos de estratégia, proporcionando alternativas para os diferentes perfis.

Apesar disso, muitos ainda não sabem quais são as vantagens e desvantagens dos fundos multimercado. Essa é uma importante informação para se poder montar uma carteira de investimentos que corresponda melhor ao seu perfil de investidor.

Quais são as vantagens dos fundos multimercado?

Qualquer tipo de investimento possui suas vantagens e desvantagens. Até por isso é sempre importante ter uma carteira diversificada, diluindo-se os riscos dos ativos e mantendo uma média de retorno mais desejável.

Diversificação em diferentes ativos e estratégias

Uma das principais vantagens dos fundos multimercado é justamente essa diversificação. Por existir uma variedade de fundos nesse segmento, é possível montar uma carteira com vários fundos multimercado, se expondo a diferentes ativos e estratégias distintas.

Gestão profissional

Assim como qualquer fundo de investimento, os fundos multimercado contam com uma gestão profissional, algo que é muito favorável para obter melhores resultados, assim como poupar tempo utilizado no acompanhamento das novidades do mercado.

Estratégias flexíveis de investimento

Os fundos multimercado não precisam ter apenas uma estratégia de investimento. Assim, eles oferecem uma grande flexibilidade para o investidor escolher os tipos de fundos que mais estão associados aos seus objetivos. 

Além disso, essa tese mais flexível de investimento permite que o gestor possa se adaptar a diferentes cenários da economia brasileira, mudando o percentual de alocação dos ativos quando for necessário. Quando determinado investimento não está funcionando ou trazendo bons resultados, o profissional pode mudar suas aplicações.

O gestor pode trazer para sua carteira novos ativos com um melhor desempenho em determinado período, trazendo um potencial de rentabilidade maior para o portfólio. A ideia é otimizar a carteira ao longo do tempo, adaptando ela às mudanças no cenário de juros, inflação ou quaisquer eventos da macroeconomia que aconteçam.

Quais são as desvantagens dos fundos multimercado?

Assim como os fundos multimercado tem seus pontos positivos, eles também têm características que podem ser negativas para muitos investidores. É preciso ficar atento a essas questões para não cometer erros no momento de investir.

Prazos de resgate longos

Uma das principais desvantagens dos fundos multimercado é que alguns deles podem apresentar prazos mais longos de resgate. Isso porque alguns ativos investidos pelos gestores têm uma liquidez menor no mercado, o que pode dificultar suas negociações.

Sendo assim, o investidor pode ter dificuldades se precisar do dinheiro de forma urgente, o que faz com que os fundos multimercado não sejam ativos interessantes para se colocar na reserva de emergência.

Volatilidade

Outra possível desvantagem é a volatilidade de preço das cotas que alguns fundos multimercado podem ter. Isso porque em certas categorias é permitido alavancagem, aumentando os ganhos e perdas em determinados momentos. 

Sendo assim, o potencial de ganho pode ser aumentado, caso o fundo tenha um desempenho positivo. Do mesmo modo, um fundo que pratica alavancagem poderá ter grandes perdas se o seu desempenho for negativo. Muitos investidores não têm um perfil de risco para lidar com tanta volatilidade, o que pode ser desfavorável nesse caso.

Esse artigo te ajudou a entender quais são as vantagens e desvantagens dos fundos multimercado? Confira também outros conteúdos do nosso Guia de Investimentos sobre mercado financeiro, como:

Fundos imobiliários: o que são e como funcionam?

Comprar um imóvel ou investir em fundos imobiliários?

O que são fundos híbridos e quais suas vantagens?