A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Por que Rayssa Leal é conhecida como 'Fadinha'? Entenda

Por que "Fadinha"? O apelido inusitado de Rayssa Leal impressiona tanto quanto sua da pouca idade e a habilidade da garota com o skate nos pés

Rayssa Leal é a mais nova medalhista olímpica brasileira. E a vice-campeã olímpica pelo Brasil ainda conseguiu dois feitos incríveis com o prêmio: trazer mais uma medalha ao Brasil na modalidade estreante do Skate Street — Kelvin Hoefler conseguiu a primeira medalha brasileira na mesma modalidade horas antes no domingo. E, aos 13 anos e 203 dias, a "Fadinha" é a brasileira mais jovem da história a subir em um pódio olímpico.

Além de Rayssa, Leticia Bufoni (9ª) e Pâmela Rosa (10ª) também representaram o Brasil no skate no último domingo e ficaram muito perto das 8 finalistas. Além da conquista nos Jogos, Rayssa ainda acumula mais de 3 milhões de seguidores no Instagram. Ainda no pódio, Rayssa foi informada que havia ultrapassado os 2 milhões de seguidores e se surpreendeu.

"O que é isso, minha gente?", disse ele, assustada, com a medalha de prata no peito. Poucas horas depois, Rayssa acumula 3,5 milhões de seguidores na rede.

View this post on Instagram

A post shared by Rayssa Leal (@rayssalealsk8)

Mas, por que "Fadinha"? O apelido de Rayssa Leal impressiona tanto quanto sua da pouca idade, mas tem uma história concreta - e viral - por trás desse nome. Em 2015, ainda aos 7 anos, Rayssa conseguiu viralizar um vídeo seu andando de skate. Além, novamente, da pouca idade, o vídeo explodiu na internet porque Rayssa estava literalmente fantasiada de fada enquanto mandava alguns heelflips (tradicional manobra de skate).

O fato rapidamente colocou holofotes sob Rayssa. A menina de então apenas 7 anos ganhou uma fama repentina e chegou a conhecer sua ídolo brasileira no esporte, Letícia Bufoni— hoje companheira de Rayssa no time olímpico brasileiro. Graças a uma grande exposição na mídia brasileira, Rayssa chegou a protagonizar matérias de TV nos mais importantes programas esportivos do país.

Mas, para além de viralizar no Brasil, o vídeo de Rayssa, a nova "fadinha", foi compartilhado por ninguém menos que Tony Hawk, uma das maiores lendas da história do skate. Na época, ainda desconhecida, Rayssa chamou a atenção do veterano, que apenas escreveu "eu não sei nada sobre isso, mas sei que é incrível".

O sucesso viral com vídeo impulsionou Rayssa para o mundo dos esportes de vez. Logo aos 10 anos a garota já possuía patrocinadores e ajudava sua família com a renda que vinha do esporte. E, ainda aos 11 anos, a "fadinha" conquistaria sua primeira medalha em torneio internacional.

Dois anos depois, então, a "Fadinha" chegava à Olimpíada com a missão de representar o Brasil (mesmo tão nova) em um esporte estreante nos Jogos. E a menina não deixou barato. Mesmo ao lado das veteranas na modalidade Pâmela e Letícia, Rayssa foi a única medalhista brasileira.

"Novas Fadas"

Para aproveitar o embalo da atleta, a Nike apresenta o filme "Novas Fadas", peça publicitária que traz Rayssa como protagonista e deve servir como inspiração para outras meninas no esporte.

“A jornada da Rayssa é uma inspiração para todas as meninas ao redor do mundo. Mostra que é possível ser criança e acreditar em contos de fadas, mas ao mesmo tempo ter coragem e adentrar em um espaço que antes não era considerado para meninas.”, diz Gustavo Viana, diretor de Marketing da FISIA, distribuidora oficial Nike no Brasil.

Olimpíada 2021

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também