Bússola

Um conteúdo Bússola

Bússola Cultural: semana destaca cultura geek e programas musicais

Confira toda semana sugestões da Bússola com o melhor da programação cultural de São Paulo

Apresentações de música, teatro e dança, palestras etc. (Bússola/Divulgação)

Apresentações de música, teatro e dança, palestras etc. (Bússola/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 10 de maio de 2023 às 16h00.

Última atualização em 10 de maio de 2023 às 16h29.

"De A a Z: Nada sobre nós, sem nós"

Em 6/5, a partir de 13h, a Fábrica de Cultura Vila Curuçá fará o “Sarau das Artes 2023”, com o tema: “De A a Z: Nada sobre nós, sem nós”. A proposta pretende trazer luz para a causa das deficiências abordando temas como inclusão, acessibilidade, direitos, capacitismo, igualdade e preconceito, no intuito de informar, provocar reflexões e chamar a atenção para o respeito, a empatia, a diversidade e a conscientização. A Fábrica de Cultura Vila Curuçá, em conjunto com a Bibliotech, receberá o público em um espaço agregador para troca artística e literária entre a comunidade, colaboradores e aprendizes da Fábrica, dando destaque para o protagonismo de artistas com e sem deficiência, com diversas salas temáticas, oficinas, apresentações e exposições.

Gratuito, Fábrica de Cultura

Atividades para toda a família (Bússola/Divulgação)

Cultura Geek

Em 6/5, a partir de 13h, a Fábrica de Cultura Parque Belém fará o “Sarau das Artes 2023” com o tema da Cultura Geek, termo usado para o público movido pelos cruzamentos entre tecnologia, arte, histórias de fantasia, HQs e games. Como referências, o evento será inspirado nos artistas e criadores de conteúdo Load Comics, do coletivo "Sue the Real" e Anne Quiangala, criadora do blog “Preta, Nerd & Burning Hell”. Venha apresentar sua arte ou assistir às apresentações!

Gratuito, Fábrica de Cultura

O sarau é aberto para todos (Bússola/Divulgação)

Arthur Bispo do Rosário

Em 6/5, a partir de 13h, na Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes, a versão do “Sarau das Artes 2023” terá o tema: “Arthur Bispo do Rosário — O rei que bordou o mundo”. A homenagem abordará a relação íntima entre loucura e criação artística, "um dia eu simplesmente apareci" era a frase que Arthur Bispo do Rosário (1911-1989), interno da Colônia Juliano Moreira por 50 anos, respondia aos curiosos sobre sua biografia.

Gratuito, Fábrica de Cultura

Orquestra Jovem do Estado sob regência de Cláudio Cruz na Sala São Paulo (Heloísa Bortz/Divulgação)

Violoncelista Antonio Meneses

A Orquestra Jovem do Estado, grupo ligado à Emesp Tom Jobim, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, gerida pela Santa Marcelina Cultura, recebe o violoncelista Antonio Meneses para concerto no dia 14/5, às 16h, na Sala São Paulo. A apresentação celebra também a Semana da União Europeia.

O concerto abre com a execução do Hino da União Europeia – sendo este o quarto movimento da 9ª sinfonia de Ludwig van Beethoven – e do Hino Nacional Brasileiro, composto por Francisco Manuel da Silva.

14/5,  às 16h, Sala São Paulo, Praça Júlio Prestes, 16 - Campos Elíseos, São Paulo, ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia) e podem ser adquiridos pelo site: https://shre.ink/ojeingressos

Gilsons (Bússola/Divulgação)

2° Festival “Arte no Outono — Todas as Vozes”

O Museu Felícia Leirner e o Auditório Claudio Santoro, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo em Campos do Jordão geridas pela ACAM Portinari, realizam de 6 a 21/5, o 2º Festival "Arte no Outono — Todas as Vozes", apresentando toda a diversidade brasileira, sua mistura cultural e essência com atrações para todos os públicos.

A programação começou no sábado (6/5), às 11h, no Museu Felícia Leirner, com Oficina e Jogos de Musicalização apresentados por Wesley Melo. De forma lúdica e divertida, os participantes poderão interagir com instrumentos percussivos e melódicos, por meio de canções que encantam crianças e adultos. No mesmo dia, às 16h, a Camerata de Violões e a Camerata de Cordas Friccionadas, ambas da Fundação Lia Maria Aguiar, se apresentam com repertório de músicas clássicas. Ainda no sábado, às 19h, será a vez de Liniker subir no palco do Auditório Claudio Santoro com o show Índigo Borboleta Anil que dá nome ao primeiro álbum solo da cantora e compositora que venceu o Grammy Latino 2022 na categoria Melhor álbum de Música Popular Brasileira.

No domingo (14/5), às 11h, é a vez dos Gilsons se apresentarem no Auditório Claudio Santoro, trazendo sucessos como “Love, Love”, “Várias Queixas”, “Índia”, “Devagarinho”, “Deixa Fluir” e “Presente”, entre outros.

De  6 a 21/5, Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, Av. Dr. Luis Arrobas Martins, 1880 - Alto Boa Vista - Campos do Jordão (SP), Ingressos e programação completa Museu Felicia Leiner

Todas as atividades das Fábricas de Cultura são gratuitas (Greta Hoffman/Divulgação)

Música e Maternidade

Em 11/5, às 14h, na Fábrica de Cultura Iguape terá um bate-papo sobre as formas que diferentes mães se relacionam com a música e as artes, compartilhando experiências e semeando reflexões. As convidadas são Gladys Bastyi, ativista das causas sociais e organizadora da Parada LGBTI+ na cidade de Iguape, Varyju Poty, educadora, presidente do conselho local de saúde indígena, Daniela Sanches, cantora, mãe, avó e lésbica. A mediação fica por conta de Carolina Soares, que é cantora, intérprete de samba e outras vertentes da música popular brasileira.

Gratuito, Praça Engenheiro Greenhalgh, 01, Centro Histórico – Iguape, mais informações Fábricas de Cultura

Exposição principal experiência O Português do Brasil (Ciete Silverio/Divulgação)

Programação Dia Internacional da Língua Portuguesa 

Em todos os domingos do mês de maio, o Museu da Língua Portuguesa será gratuito. A iniciativa, uma das novidades do mês do Dia Internacional da Língua Portuguesa, celebrado no dia 5, começa em 7 de maio, no mesmo fim de semana em que a instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo promoverá uma programação especial gratuita com shows, performances e debates. Chico César, KL Jay, Xis, Denilson Baniwa e Djaimilia Pereira de Almeida, entre outros, são alguns dos convidados.

Desta forma, o visitante, em maio, não pagará para entrar no Museu em dois dias da semana: aos sábados, dia de gratuidade já usual desde a reabertura da instituição, em julho de 2021, e aos domingos.

Em maio, além da programação especial do Dia Internacional da Língua Portuguesa quem for ao Museu terá a oportunidade de passear pela exposição principal, que, por meio de experiências como a Praça da Língua, o Falares e o Palavras Cruzadas, aborda a riqueza e a diversidade de nosso idioma. Além disso, o Museu realizará outras ações, como o É Hora de História, Sarau Hip-Hop no Museu e o Plataforma Conexões.

Em 6/5, terá: às 11h - Performance Já passou de português; às 13h - Show Fluxo do Funk;  às 15h - Conversa de botequim do Nordeste brasileiro, etc. Confira a programação completa no site Museu da Língua Portuguesa Praça da Língua s/n - Luz - São Paulo, de terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até 18h) , R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) , Grátis nos dias 5 e 6/5 , grátis para crianças até 7 anos, grátis aos sábados, grátis nos domingos de maio, acesso pelo Portão A, ingressos na bilheteria e pela internet Sympla

Encontros acontecem na sede do Museu (MCI/Divulgação)

21ª Semana Nacional de Museus 

Em 18/5, o Museu das Culturas Indígenas fará roda de conversas com os temas: Os museus indígenas e as perspectivas do protagonismo dos povos originários na promoção da sustentabilidade planetária e Museologia indígena, formas de existência e modos de pensar e agir, como parte da programação da 21ª Semana Nacional de Museus, a primeira mesa contará com a mediação de Davidson Kaseker e participação de Mário Chagas, Cris Takuá, Angélica Fabbri e Suzenalson Kanindé  (participação remota). A segunda  roda contará com a mediação de Davidson Kaseker e participação de Josué Kaingang (participação remota), Carlos Papá, Antônia Kanindé e Dirce Jorge Lipu. Gratuito, 18/05,  presencial, roda de conversa 1  das 10h às 12h, roda de conversa 2 - das 15h às 17h, inscrição Sympla

(Leo Britto/Divulgação)

Exposição "Quebradinha"

A Oficina Cultural Alfredo Volpi recebe a exposição "Quebradinha", do artista Nenê, com reflexões sobre as desigualdades e a criatividade presente nas comunidades periféricas, depois dessa mostra passar por locais como o Centro Cultural São Paulo (CCSP) e o Instituto Moreira Salles (IMS Paulista).

A exposição "Quebradinha: Escrevendo o hoje para que o amanhã não fique sem ontem", a qual traz um trabalho de representação e registro histórico dos saberes e tecnologias das favelas por meio de esculturas de casas em miniaturas, que juntas, expressam mais do que a arquitetura desses territórios, representam potências e dores que estão diretamente ligados a essas regiões  e seus moradores.

Gratuito, mais informações Alfredo Volpi

Entrada gratuita todos os dias (Carlos Pires/Divulgação)

Entrada Gratuita todos os Dias | Foto: Carlos Pires

Museu das Favelas

Maternagem e Autocuidado

No final de semana do Dia das Mães, 13 e 14/5, o Museu das Favelas promove uma programação especial e gratuita  voltada para as mães e famílias. No sábado, das 11h às 16h, terá um espaço dedicado ao autocuidado, com oferta de massagem, manicure e troca de experiências com empreendedoras que trabalham com o tema. No jardim do Museu, um espaço lúdico para as crianças se divertirem.

Ainda no dia 13, às 15h, acontecerá o Papo Reto, roda de conversa com Tinna Rios, mulher negra, comunicóloga e influenciadora digital que nos dará outros pontos de vista sobre o processo de abolição da escravatura, datado de 13 de maio de 1888, numa abordagem que entrelaça a histórias, as mulheres e nossos dias atuais.

No domingo, às 14h, os educadores do Museu apresentam a contação de histórias “De passinho em passinho”, que propõe um aprendizado de diferentes danças e ritmos por meio de práticas lúdicas, num percurso pelos diferentes espaços do museu. A história é contada em Libras e Português, de forma que o corpo de todo mundo fala junto e aprenda a ser mais acessível, pelo tato, pela visualidade e pela audição buscamos alcançar diferentes sentidos para os mais variados públicos, focando nas crianças, mas dialogando com todas as idades.

Gratuito, rua Guaianases, 1024 - Campos Elíseos, São Paulo - SP, mais informações Museu das Favelas

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

PLAY: O Brasil voltou a ser palco de turnês mundiais

Bússola Cultural: semana tem a cultura indígena e dança]

São Paulo sediará o mais novo festival dedicado à Cultura Sneaker

Acompanhe tudo sobre:CulturaDiversidadeHQ – histórias em quadrinhosGamesMúsicaShows-de-músicaMPBMuseus

Mais de Bússola

Como projetar uma estratégia ESG na saúde? Veja as ações e os resultados alcançados pela Viveo 

Bússola Poder: o tribunal eleitoral do capitão

Open Finance é confiável? Cresce 33% número de brasileiros que aceitam compartilhar dados bancários

Saiba qual é o gasto de energia da geladeira mais econômica do mercado que acaba de ser lançada

Mais na Exame