Stranger Things: ator junta três anos de salário e compra Tesla; veja valor

Caleb McLaughlin, o "Lucas" de Stranger Things, conta que não gosta de gastar e esperou até 2020 para aproveitar o salário de uma das maiores séries da Netflix
 (Getty Images/Arturo Holmes/WireImage)
(Getty Images/Arturo Holmes/WireImage)
Por Da RedaçãoPublicado em 27/05/2022 16:57 | Última atualização em 27/05/2022 17:08Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Caleb McLaughlin, o "Lucas" de Stranger Things, é bastante cuidadoso com o dinheiro recebido pelo trabalho em uma das maiores produções da Netflix.

Apesar de participar da série desde sua estreia em 2016, o jovem de 20 anos esperou até o ano passado para fazer sua primeira compra oficial com o salário recebido da Netflix: um Tesla Model X, que custa cerca de US$ 100 mil.

LEIA TAMBÉM: STRANGER THINGS: Quanto tempo tem cada episódio da 4ª temporada?

O ator ganha cerca de US$ 250 mil dólares por episódio (aproximadamente R$ 1,184 milhão, na cotação do dólar atual), ou seja, poderia ter comprado o carro luxuoso da empresa de Elon Musk ainda na primeira temporada.

Levando em consideração somente as três primeiras temporadas da série, a Netflix tem 25 episódios de Stranger Things no ar — a primeira parte da nova temporada foi lançada nesta sexta-feira, 27 de maio.

Isso significa que, na teoria, McLaughlin e o resto do elenco já ganharam cerca de US$ 6,25 milhões só com os episódios já lançados, o suficiente para comprar cerca de 60 Teslas.

Porém, McLaughlin explica à CNBC Make It que os pais o ensinaram "responsabilidade fiscal" e ajudaram a "conter o impulso" de gastar dinheiro desnecessariamente.

Caleb McLaughlin de Stranger Things

Caleb McLaughlin de Stranger Things participa do evento Breaking Big da Entertainment Weekly em 29 de outubro de 2021 (Paras Griffin/Getty Images/Getty Images)

“Eles dizem: 'Este é o seu dinheiro, você pode gastá-lo como quiser, mas como seus pais, gostaríamos de ensiná-lo sobre orçamento e não gastar apenas porque você pode.'”

O ator conta ao site de notícias que não compra as coisas por interesse, mas sim porque precisa. “Depois que tirei minha carta de motorista, pensei ‘preciso de um carro’, então comprei um carro”, disse ele. “Fazia sentido para a época.”

Embora as dicas financeiras que McLaughlin recebeu quando criança fossem simples — os adultos lhe diziam para ser diligente em nas economias — à medida que ele envelheceu, o conselho mudou.

“Converso mais sobre investimentos”, disse o ator, acrescentando que vem aprendendo sobre NFTs e a indústria de restaurantes. “Mas ainda há muito que preciso aprender.”

LEIA TAMBÉM: