Invest

Oferta e Demanda: Como funciona? O que é?

No cenário econômico complexo de hoje, a relação entre oferta e demanda desempenha um papel fundamental

 (FG Trade/Getty Images)

(FG Trade/Getty Images)

EXAME Solutions
EXAME Solutions

EXAME Solutions

Publicado em 31 de agosto de 2023 às 11h08.

Última atualização em 11 de setembro de 2023 às 17h35.

A lei da oferta e demanda é um dos princípios fundamentais da economia, que descreve a interação entre a disponibilidade de um bem ou serviço (oferta) e o desejo dos consumidores por esse bem ou serviço (demanda). Essa lei estabelece que, em um mercado competitivo, o preço e a quantidade de um produto se ajustarão naturalmente de acordo com as variações na oferta e na demanda. Por isso quem tem um negócio e quer impulsioná-lo precisa entender esse fenômeno.

Entenda como as mudanças nas preferências do consumidor e na produção afetam a estabilidade e o equilíbrio da economia.

O que é Lei da Oferta e da Demanda?

A Lei da Oferta e Demanda é um princípio fundamental na economia que descreve a relação entre a disponibilidade de um bem ou serviço (oferta) e o desejo dos consumidores por esse bem ou serviço (demanda).

Segundo essa lei, no livre mercado, o preço e a quantidade de um produto tendem a se ajustar até atingir um ponto de equilíbrio onde a quantidade demandada é igual à quantidade oferecida, resultando no preço de equilíbrio.

Quando a demanda por um produto aumenta, os preços tendem a subir, incentivando os produtores a aumentar sua produção para aproveitar maiores lucros.

Por outro lado, se a demanda diminuir, os preços tendem a cair, levando os produtores a reduzir a produção.

O que é Oferta?

Oferta refere-se à quantidade de bens ou serviços que os produtores estão dispostos a vender em um mercado a determinado preço e período. Ela é influenciada por fatores como custos de produção, tecnologia e regulamentações.

O que é Demanda?

Demanda representa a quantidade de um bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir em um mercado a diferentes preços e momentos. Fatores como preferências, renda e preços de produtos relacionados afetam a demanda de um item específico.

Como funciona a Lei da Oferta e da Demanda?

A relação entre demanda e oferta é um princípio econômico que descreve a interação entre a oferta de bens e serviços pelos produtores e a demanda por esses bens e serviços por parte dos consumidores.

Em um mercado competitivo, os preços e as quantidades se ajustam para alcançar um equilíbrio onde a quantidade demandada é igual à quantidade oferecida, resultando no preço de equilíbrio.

Quando a demanda por um bem aumenta, a oferta tende a se ajustar para atender a essa demanda crescente, o que pode levar a um aumento nos preços.

Por outro lado, se a demanda diminuir, os preços podem cair devido à redução da competição pelos produtos disponíveis. Para evitar que o estoque se acumule, os produtores podem vender seus produtos mais baratos.

As flutuações nos preços e quantidades ocorrem até que um novo equilíbrio seja alcançado em resposta a mudanças nas condições econômicas e nas preferências dos consumidores.

Curva da oferta

A curva da oferta é um gráfico que ilustra a relação entre o preço de um bem ou serviço e a quantidade que os produtores estão dispostos a fornecer ao mercado.

Geralmente, ela tem uma inclinação positiva, indicando que, à medida que os preços aumentam, a quantidade oferecida também aumenta, devido a incentivos econômicos para os produtores.

Curva da demanda

A curva da demanda é um gráfico que mostra como a quantidade de um bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir varia em relação ao seu preço.

Ela normalmente apresenta uma inclinação negativa, indicando que, conforme os preços diminuem, a quantidade demandada tende a aumentar, refletindo a lei do declínio marginal da utilidade.

Equilíbrio de mercado

O equilíbrio ocorre quando a quantidade demandada de um bem ou serviço é igual à quantidade oferecida no mercado, resultando em um preço estável, também conhecido como preço de equilíbrio. Nesse ponto, não há pressões para que o preço ou a quantidade mudem. 

Qual a importância da Lei da Oferta e da Demanda?

Além de entender o que é oferta e demanda, é preciso compreender sua importância. Esse fenômeno é crucial na economia, pois fornece a base para entender como os mercados funcionam e como os preços dos bens e serviços são determinados.

Ela guia a alocação eficiente de recursos em uma economia de mercado, permitindo que as duas forças interajam para atingir um equilíbrio que maximize o bem-estar econômico.

Ao compreender a relação entre os dois, os produtores podem ajustar suas produções de acordo com as preferências dos consumidores, evitando excessos ou escassez.

Os consumidores, por sua vez, podem tomar decisões informadas de compra com base nos preços e quantidades disponíveis.

A Lei da Oferta e Demanda também é relevante para prever mudanças nos mercados, seja o mercado externo ou o interno. Aumentos na demanda geralmente indicam oportunidades de crescimento, enquanto diminuições podem sinalizar a necessidade de adaptação.

Além disso, ajuda a analisar fatores externos, como políticas governamentais e inovações tecnológicas, que influenciam os preços e as quantidades.

Como a Lei da Oferta e da Demanda influencia os investimentos?

A Lei da Oferta e Demanda exerce uma influência substancial nos investimentos, moldando as dinâmicas do mercado financeiro.

No contexto das ações e outros ativos, essa lei é fundamental para a determinação dos preços. Quando a demanda por ações de uma empresa aumenta, os preços tendem a subir, impulsionados pelo interesse dos investidores.

Da mesma forma, a escassez de ações disponíveis para negociar na bolsa de valores pode aumentar os preços, conforme a demanda supera a oferta.

Além disso, a oferta de ações também desempenha um papel crucial. Quando uma empresa emite mais ações no mercado (aumentando a oferta), isso pode diluir o valor das ações existentes, afetando seu preço.

A interação entre oferta e demanda é fundamental para a volatilidade dos preços dos ativos, incluindo ações, títulos e commodities. Os investidores analisam cuidadosamente esses fatores para tomar decisões de compra e venda.

Exemplo de Lei da Oferta e da Demanda

Um exemplo clássico da Lei da Oferta e Demanda é o mercado de smartphones. Suponhamos que, devido a uma inovação tecnológica, a demanda por smartphones aumente consideravelmente.

Isso leva a um aumento na quantidade demandada pelos consumidores a diferentes preços em plataformas de e-commerce e lojas físicas. Como resultado, os preços dos smartphones começam a subir devido à concorrência pelos produtos limitados disponíveis.

Observando a perspectiva da oferta, as empresas de tecnologia notam a crescente demanda por smartphones.

Elas respondem aumentando sua produção para aproveitar os lucros potenciais mais elevados. Isso leva a um aumento na quantidade ofertada no mercado.

A interação entre esses fatores leva a um novo equilíbrio de mercado, onde o preço dos smartphones é mais alto e a quantidade vendida é maior do que antes.

O Que é Monopólio e Oligopólio na Economia?

O monopólio e o oligopólio são estruturas de mercado que desempenham um papel fundamental na economia e afetam diretamente a oferta e a demanda. Vamos entender o que são esses conceitos:

Monopólio

  • Um monopólio ocorre quando uma única empresa ou entidade detém o controle total de um determinado mercado ou indústria.
  • Isso significa que essa empresa é a única fornecedora de um produto ou serviço específico, e os consumidores não têm alternativas.
  • Em um monopólio, a empresa tem considerável poder de mercado para definir preços e quantidades de produção, muitas vezes resultando em preços mais altos para os consumidores.

Oligopólio

  • O oligopólio, por outro lado, ocorre quando um pequeno número de empresas domina um mercado.
  • Essas empresas, conhecidas como oligopolistas, têm a capacidade de influenciar os preços e as quantidades produzidas, embora haja mais concorrência do que em um monopólio.
  • Em um oligopólio, as empresas muitas vezes monitoram de perto as ações uma da outra e reagem às mudanças nas estratégias de preços e produção dos concorrentes.

Você quer aprender mais sobre Lei da Oferta e Demanda, economia, finanças e investimentos? Leia nossos outros artigos abaixo:

Acompanhe tudo sobre:SMBGuia de InvestimentosEmpreendedorismo

Mais de Invest

Gustavo Franco: Palavras ao vento

Nem XPML11, nem MXRF11: veja 5 FIIs promissores em julho, segundo a Empiricus

Quanto tempo morando junto tem direito à herança?

O que é payroll e como ele impacta no mercado financeiro?

Mais na Exame