Acompanhe:

O mercado de commodities é um dos mais antigos e variados do mundo financeiro. 

Desde o petróleo bruto até o trigo, as commodities são negociadas globalmente e podem ser uma parte importante de uma carteira diversificada. 

O que são commodities?

Commodities são bens tangíveis, como matérias-primas, agricultura e metais, que são produzidos e vendidos com poucas diferenças de qualidade. 

Esses bens são negociados globalmente, e seu preço é influenciado por uma variedade de fatores, como a oferta e a demanda, condições climáticas e políticas governamentais.

Tipos de commodities

Commodities podem ser divididos em vários tipos, incluindo commodities agrícolas, minerais e financeiras. 

Commodities agrícolas:

  • Grãos (trigo, milho, soja)
  • Alimentos básicos (arroz, açúcar, café)

    Commodities minerais:

    • Metais (ouro, prata, cobre)
    • Petróleo e gás natural
    • Minerais industriais (cálcio, ferro)

    Commodities financeiras:

    • Moedas (dólar, euro, iene)
    • Títulos do governo como o Tesouro direto

    Como funciona o mercado de commodities?

    O mercado de commodities funciona através da negociação de contratos futuros entre compradores e vendedores. 

    Os compradores e vendedores acordam em comprar ou vender uma determinada quantidade de uma commodity a um preço específico em uma data futura.

    Fatores que afetam o preço das commodities

    Os preços das commodities são altamente influenciados por uma ampla gama de fatores, incluindo oferta e demanda, condições climáticas, eventos políticos e econômicos, mudanças tecnológicas e outros.

    A oferta e a demanda são provavelmente os fatores mais influentes na determinação do preço das commodities

    Quando a demanda por uma commodity aumenta, e a oferta permanece igual, aumenta também o seu preço. Por outro lado, se a oferta aumenta e a demanda permanece estável, isso pode levar a uma queda no preço da commodity.

    As condições climáticas também desempenham um papel importante na determinação do preço das commodities agrícolas, como grãos e produtos agrícolas. 

    Por exemplo, secas prolongadas, tempestades ou inundações podem afetar a produção de uma commodity, o que pode resultar em uma escassez e, consequentemente, em preços mais elevados.

    Eventos políticos e econômicos, como guerras, sanções comerciais e mudanças nas taxas de juros, também podem afetar os preços das commodities. Por exemplo, sanções comerciais impostas a um país produtor de petróleo podem reduzir a oferta global de petróleo e, portanto, aumentar o preço do petróleo.

    Como investir em commodities?

    Existem algumas maneiras de investir em commodities, a principal delas é através de contratos futuros.

    Os contratos futuros são um acordo entre duas partes para comprar ou vender uma commodity a um preço específico em uma data futura

    Eles são usados principalmente pelas empresas para gerenciar seu risco de preço. 

    No entanto, os contratos futuros são uma forma avançada de investimento em commodities e exigem um conhecimento sólido dos mercados e uma compreensão de como funcionam os derivativos. 

    Além disso, os investidores precisam ter uma conta especial com uma corretora e podem ser obrigados a depositar uma quantidade significativa de capital como garantia.

    Ações de empresas de commodities

    Investir em ações de empresas de commodities é uma forma de se envolver diretamente na produção e venda de bens. 

    Empresas como mineradoras, agricultoras e petroleiras são exemplos de empresas de commodities que podem ser incluídas na carteira de um investidor que quer se expor a commodities. 

    O valor dessas ações não depende só do preço da commodity específica que a empresa está vendendo, mas também da saúde financeira da empresa e do setor em geral.

    ETFs

    ETFs, ou fundos negociados em bolsa, permitem que os investidores se exponham a uma ampla gama de commodities, incluindo metais preciosos, agricultura e energia, sem a necessidade de comprar e armazenar as commodities físicas. 

    Vantagens e desvantagens do investimento em commodities

    Investir em commodities pode ser uma forma rentável de diversificar a carteira, mas também vem com alguns riscos. 

    A volatilidade do preço das commodities é um dos maiores riscos a serem considerados. Os preços das commodities são altamente influenciados por fatores externos, como condições climáticas, mudanças nas políticas governamentais e flutuações na economia global. 

    Além disso, o aumento da produção e a diminuição da demanda também podem afetar o preço das commodities.

    Qual a importância das commodities?

    As commodities desempenham um papel vital nas economias globais, representando bens físicos essenciais, como alimentos, metais, energia e produtos agrícolas. Sua importância está intrinsecamente ligada ao suprimento mundial de matérias-primas, influenciando setores-chave e impactando diretamente o custo de vida.

    Qual a função das commodities?

    A função das commodities é vasta e multifacetada. Elas servem como componentes essenciais na produção de bens e serviços, além de serem ativos negociados nos mercados financeiros. Além disso, as commodities desempenham um papel crucial na diversificação de portfólios de investidores, proporcionando oportunidades de hedging e especulação.

    Principais mercados de commodities

    Os mercados de commodities englobam diversos setores, destacando-se agricultura, energia, metais e soft commodities. As bolsas de mercadorias, como a Chicago Mercantile Exchange (CME) e a London Metal Exchange (LME), são vitais para a negociação desses ativos. Cada mercado possui características específicas, influenciadas por variáveis como oferta, demanda, condições climáticas e eventos geopolíticos.

    Vale a pena investir em commodities?

    Investir em commodities pode ser uma estratégia valiosa para diversificar um portfólio. Elas oferecem proteção contra a inflação, pois seus preços estão frequentemente correlacionados a pressões inflacionárias. No entanto, devido à volatilidade inerente a esses mercados, é crucial que os investidores compreendam os riscos associados e considerem cuidadosamente a inclusão de commodities em sua estratégia de investimento.

    Conheça mais sobre mercado financeiro com os artigos do Guia de Investimentos da EXAME Invest:

    Este artigo foi escrito com auxílio de inteligência artificial.

    Créditos

    Últimas Notícias

    Ver mais
    Com Vale e Petrobras, Ibovespa vira e fecha no azul
    seloMercados

    Com Vale e Petrobras, Ibovespa vira e fecha no azul

    Há um dia

    O que é Taxa Referencial (TR), como seu valor é calculado e qual o impacto nas finanças?
    seloGuia de Investimentos

    O que é Taxa Referencial (TR), como seu valor é calculado e qual o impacto nas finanças?

    Há 2 dias

    O que são rendimentos tributáveis e quais os tipos?
    seloGuia de Investimentos

    O que são rendimentos tributáveis e quais os tipos?

    Há uma semana

    Páscoa: a razão por trás dos preços recordes de cacau, que ainda podem piorar
    Economia

    Páscoa: a razão por trás dos preços recordes de cacau, que ainda podem piorar

    Há uma semana

    Continua após a publicidade
    icon

    Branded contents

    Ver mais

    Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

    Exame.com

    Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

    Leia mais