Um conteúdo Bússola

Niterói recebe residenciais no Centro da cidade: procura cresceu 80%

Reviver Centro, projeto urbano de revitalização do Centro da capital, recebeu 27 pedidos de licenças de novos apartamentos, totalizando 1.890
2022 será o segundo melhor da história de financiamento habitacional (Luis Alvarenga/Getty Images)
2022 será o segundo melhor da história de financiamento habitacional (Luis Alvarenga/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 05/09/2022 às 09:45.

Por Bússola

Segundo Acebip, o ano de 2022 será histórico para financiamento habitacional

Assim como já acontece no Rio de Janeiro, com inúmeros empreendimentos residenciais no Centro da Cidade, Niterói também avança nessa tendência, com a alta procura por imóveis residenciais na região no último ano, de moradores em busca de acesso fácil a serviços, infraestrutura e transporte público.

“Há em construção cerca de 30 novos empreendimentos na cidade, pelo menos oito nas proximidades do Centro. Anunciado esse ano pela prefeitura, o projeto Plano Niterói 450 prevê mais de R$ 400 milhões de investimento na região e atrairá não somente mais moradores como a geração de empregos também”, afirma Bruno Murta, sócio e CEO da MP Construtora e Incorporadora, empresa especializada nas regiões de Niterói e São Gonçalo.

Segundo a Secretaria de Planejamento Urbano da cidade do Rio, o Reviver Centro, projeto urbano de revitalização do Centro da capital, recebeu 27 pedidos de licenças de novos edifícios residenciais, totalizando 1.890 apartamentos. O reviver Centro prevê ações de curto prazo, com recuperação de iluminação, conservação, sinalização, paisagismo, ordem pública, segurança e assistência social.

A realidade é a mesma em Niterói. Segundo Murta, houve um aumento de 80% nos pedidos para imóveis no Centro. “É um movimento inteligente e que conecta os moradores a uma área que tem serviços, infraestrutura e transporte público, sem contar as riquezas históricas e culturais. Tem a ver com qualidade de vida”, declara.

Projeção para 2022

O ano de 2022 será o segundo melhor da história para financiamento habitacional, afirmou o presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), José Ramos Rocha Neto, durante o Abecip Summit. De acordo com o dirigente, neste ano as projeções mostram que o financiamento habitacional com recursos do SBPE vai atingir quase R$ 250 bilhões, um pouco abaixo do ano passado, o melhor período da história do setor.

"Começamos o ano com muitas preocupações diante de um cenário que se mostrava desafiador, mas estamos vendo o crédito imobiliário acelerando", disse. Conforme o executivo, "pela segunda vez na história vamos passar de 1 milhão de unidades financiadas" em 2022.

O número representará um recuo de 4% em relação aos R$ 255 bilhões recordes registrados no ano passado, segundo a entidade, que apresentou o seu balanço do setor.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Ortobom e ONG entregam casa e colchão para famílias em situação vulnerável

Green Rio 2022 terá domo de experimentos do Instituto Amazônia 4.0

Projeto sofá torna ONGs, instituições e espaços sociais lugares aconchegantes