Frio em SP: Prefeitura cria 2 mil vagas em abrigos para moradores de rua

A Prefeitura contabilizou 31.884 pessoas em situação de rua na capital paulista em janeiro deste ano
 (Alan White/Fotos Públicas)
(Alan White/Fotos Públicas)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 17/05/2022 09:59 | Última atualização em 17/05/2022 09:59Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Com uma previsão da chegada de uma massa de ar frio chegando em todo o Brasil e mínima prevista pelo Climatempo de 6ºC para a cidade de São Paulo na quarta-feira, 18, a Prefeitura da capital vai criar mais 2.000 vagas de abrigo para pessoas em situação de rua na rede socioassistencial - para além das 15.116 já existentes - durante as noites mais frias e montar dez tendas de atendimento à população em situação de rua sempre que a temperatura ficar abaixo dos 10ºC. A Prefeitura contabilizou 31.884 pessoas em situação de rua na capital paulista em janeiro deste ano.

Também serão adquiridas 13 novas viaturas que serão utilizadas por equipes que realizam a abordagem social durante a noite e a madrugada, visando dar maior agilidade ao atendimento das notificações que chegam através do Serviço 156. Além disso, serão criadas vagas com canil nos Centros de Acolhida, haverá aquisição de gaiolas de transporte de animais, contratação de novos 56 orientadores socioeducativos para a realização da abordagem social, a distribuição de cobertores, sopas e bebidas quentes, e o transporte para pernoite nos Centros de Acolhida.

VEJA TAMBÉM:

Frente fria histórica: neve nesta terça e ventos de 100 km por hora

Frio intenso em São Paulo provoca temperaturas mais baixas do ano

Ciclone Yakecan vai atingir RS hoje; ventos podem chegar a 100km/h

Neste ano, haverá ainda a busca ativa durante a noite e madrugada a moradores em situação de rua que desejarem passar a noite em Centros de Acolhida no período das 22h às 7h.

Nas tendas de atendimento montadas pela São Paulo Turismo (SPTuris), haverá cobertores, sopas, bebidas quentes, e encaminhamentos aos Centros de Acolhida. Também estarão disponíveis duas ambulâncias para cada tenda na Praça da Sé. Elas serão instaladas nos seguintes endereços:

Zona leste

- Guaianases: Praça Presidente Getúlio Vargas.

- Itaquera: Av. Jacu Pêssego, altura do CEU Azul da Cor do Mar.

Zona norte

- Santana: Praça Heróis da FEB.

- Vila Maria: Praça Novo Mundo.

Zona sul

- Santo Amaro: Praça Floriano Peixoto.

- Capela do Socorro: Praça Escolar.

Zona oeste

- Lapa: Praça Miguel Dell’Erba.

Centro

- Sé: Praça da Sé.

- Santa Cecília: Praça Marechal Deodoro.

- Brás: Praça Padre Bento.

Vacinação

O Consultório na Rua vai imunizar a população em situação de rua contra a covid-19 e a gripe. A vacinação pode ser feita durante o atendimento das equipes ou nas tendas até as 22h. As equipes da Divisão de Vigilância de Zoonoses (DVZ), da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), farão um trabalho específico de desratização e controle de zoonoses nas dez praças que terão as tendas instaladas, e nas regiões de maior concentração do público que será atendido nas tendas.