Frente fria histórica: neve nesta terça e ventos de 100 km por hora

Frio em SP: capital deve ter madrugadas geladas a partir de quarta, enquanto geadas são esperadas no interior; previsão inclui neve, ciclone raro e temperaturas abaixo de zero no país
Frio em Santa Catarina em 2020: massa de ar polar deve derrubar temperaturas para abaixo de zero nessa semana (Estadão Conteúdo/GUILHERME HAHN)
Frio em Santa Catarina em 2020: massa de ar polar deve derrubar temperaturas para abaixo de zero nessa semana (Estadão Conteúdo/GUILHERME HAHN)
Por Carla AranhaPublicado em 16/05/2022 09:35 | Última atualização em 17/05/2022 14:26Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Uma combinação de temperaturas negativas, umidade elevada e a presença de um ciclone extratropical no litoral do Rio Grande do Sul deve provocar um fenômeno raro para essa época do ano. Há expectativa de neve no Brasil nesta terça, dia 17, especialmente na Serra Catarinense. Uma onda de frio intensa deve empurrar a temperatura mínima para até -3ºC em Santa Catarina, segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram).

A sensação de frio pode piorar com a formação de vendavais: são esperadas rajadas de até 65 quilômetros por hora em Santa Catarina e de até 100 quilômetros por hora no Rio Grande do Sul, segundo a Defesa Civil.

Em São Paulo, a previsão é de madrugadas geladas com mínimas ao redor de 7ºC entre quarta, dia 18, e sábado, dia 21. Bairros na região Sul da capital, mais próximos da Serra do Mar, podem registrar temperaturas ainda menores, de 5ºC. Em toda a cidade, há risco de geada. O panorama se repete no interior, com geadas de intensidade moderada a forte e mínimas entre 2ºC e 5ºC, segundo a Metsul Meteorologia.

O Centro-Oeste também não escapa das temperaturas baixas. Em capitais como Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e Goiânia (GO), os termômetros devem despencar para 7ºC entre quarta e sexta. No Distrito Federal, a expectativa é de mínimas de 5ºC. Também há previsão de geadas nessas localidades.

Nesta segunda, dia 16, diversas cidades de Santa Catarina já amanheceram com temperaturas extremamente baixas, entre 1,4ºC, em Fraiburgo, e 4,2ºC, em Bom Jardim da Serra.

Chuva congelante

A chegada da forte frente fria deve provocar outro fenômeno poucas vezes registrado no país. Caso se confirme a previsão de choque da massa de ar polar com pontos de atmosfera mais quente, comuns nessa época do ano, pode ocorrer a chuva congelante, em que as gotas de água congelam antes de tocar a superfície do solo.

“Erupção polar histórica”

O avanço da massa de ar polar combinado à presença do ciclone extratropical e altos níveis de umidade é a principal explicação para o evento raro de frio que atingir o país neste outono – embora o pico do fenômeno deva ocorrer ao longo dessa semana, as temperaturas devem continuar baixas durante todo o mês de maio. Nas mídias sociais, a condição vem sendo chamada de "erupção polar histórica", embora não haja tal descrição na meteorologia, segundo o Climatempo.

Vendavais na região Sul

As condições meteorológicas para essa semana devem trazer também vendavais. A expectativa é que a movimentação atípica do intenso ciclone extratropical estacionado sobre o litoral da região Sul, com trajetória prevista em direção ao continente, provoque fortes rajadas, de 80 a 100 quilômetros por hora, no Rio Grande do Sul. Na região da Lagoa dos Patos, não estão descartados ventos mais fortes.

Os meteorologistas alertam para a possibilidade de danos no sistema de transmissão de energia elétrica nos pontos mais afetados, o que inclui as cidades de Pelotas, Rio Grande e o litoral Norte, além da capital. Em Porto Alegre e outras regiões do estado, os vendavais mais intensos devem ocorrer na madrugada de quarta. Em praticamente todo o litoral do Sul e Sudeste do país o mar deve ficar agitado, com risco de ressaca.

LEIA MAIS: