Pop
Acompanhe:

Príncipe Harry e Elton John processam editora do Daily Mail

Entre os autores da ação estão David Furnish, as atrizes Liz Hurley e Sadie Frost e Doreen Lawrence, mãe do adolescente britânico Stephen Lawrence

A editora também foi denunciada pela obtenção de informações médicas "mediante fraude" (Getty Images/Reprodução)

A editora também foi denunciada pela obtenção de informações médicas "mediante fraude" (Getty Images/Reprodução)

A
AFP

6 de outubro de 2022, 17h54

O príncipe Harry, Elton John e outras quatro figuras públicas processaram a editora do Daily Mail, acusando o jornal britânico de obter informações ilegalmente, anunciaram seus advogados nesta quinta-feira, 6.

Estas pessoas "tiveram conhecimento de provas convincentes e extremamente angustiantes de terem sido vítimas (...) de graves violações de privacidade" por parte da Associated Newspapers Limited (ANL), afirmaram.

Entre os autores da ação estão o marido do cantor, David Furnish, as atrizes Liz Hurley e Sadie Frost, além de Doreen Lawrence, mãe do adolescente britânico Stephen Lawrence, assassinado por motivos racistas em 1993. Doreen também processou o grupo do magnata das comunicações Rupert Murdoch, que publica o The Sun.

Segundo os defensores, a ANL contratou investigadores particulares para obter escutas das seis personalidades em seus carros ou casas. Também teria realizado pagamentos a agentes da polícia com "os quais se relacionou de forma corrupta" para obter informações.

A editora também foi denunciada pela obtenção de informações médicas "mediante fraude" e de acessar contas bancárias e dados financeiros "através de meios ilícitos e manipulação".

A ANL rejeitou as acusações, que chamou de "calúnias grotescas".

LEIA TAMBÉM:

Múmia de Nefertiti pode ter sido encontrada por arqueólogos

Racionais MC's anuncia novo álbum para 2023