É vegano? Executivo da Beyond Meat é preso por supostamente morder nariz de homem

Doug Ramsey é diretor de operações da empresa americana que vende produtos de carne à base de plantas; somente este ano, as ações da marca caíram 73%
 (Washington County/Reprodução)
(Washington County/Reprodução)
L
Laura PanciniPublicado em 20/09/2022 às 08:45.

O diretor de operações da Beyond Meat, empresa americana que vende produtos de carne à base de plantas, foi preso após supostamente morder o nariz de um homem.

Doug Ramsey, 53, teria tentado atacar a vítima em uma garagem próxima ao estádio Razorback, em Arkansas, nos Estados Unidos. Um jogo da universidade estadual havia acabado de acontecer quando o executivo supostamente atacou o homem, dono de um Subaru.

O motorista teria encostado o carro no pneu dianteiro do veículo de Ramsey, que supostamente saiu do carro e deu um soco no para-brisa traseiro do Subaru. A vítima, então, saiu do automóvel e começou a receber socos de Ramsey, que mordeu seu nariz e "rasgou a carne na ponta".

LEIA TAMBÉM: OVNIs na Ucrânia? Relatório confirma objetos estranhos sobrevoando o céu de Kyiv; entenda

Ramsey também teria dito que mataria o motorista. As informações são do site de notícias CNBC.

O executivo foi acusado de "ameaça terrorista" (quando uma pessoa ameaça machucar outra) e "agressão em terceiro grau" (quando alguém causa lesão física a outra pessoa). Ele foi preso na noite de sábado, 17, e liberado no domingo.

Ramsey é diretor de operações da Beyond Meat, cujas ações caíram 73% somente este ano, desde dezembro de 2021. A empresa foi de uma avaliação de US$ 13,4 bilhões em 2019 para US$ 1,09 bilhão em 2022.

Tanto o executivo quanto a empresa não responderam aos pedidos de comentários da CNBC.

LEIA TAMBÉM: Aos 55 anos, atriz Claudia Raia anuncia que está grávida do terceiro filho