Pop

Alergia à água: jovem não consegue tomar banho, beber água ou chorar

Para a adolescente norte-americana Abigail Beck, a água da chuva ou do banho são como "ácido" e as próprias lágrimas "queimam" o rosto

Abigail Beck, jovem do Arizona diagnosticada com alergia à água (Kennedy News Media / Daily Mail/Reprodução)

Abigail Beck, jovem do Arizona diagnosticada com alergia à água (Kennedy News Media / Daily Mail/Reprodução)

LP

Laura Pancini

Publicado em 13 de maio de 2022 às 14h43.

Uma adolescente dos Estados Unidos afirma que não pode chorar, beber água ou tomar banho regularmente por conta de erupções cutâneas extremamente dolorosas. Abigail Beck, 15, é alérgica à água e só foi diagnosticada com urticária aquagênica em abril de 2022, mesmo tendo sintomas há três anos.

LEIA TAMBÉM: Sexta-feira 13: 10 filmes de terror pra ver na Netflix, Amazon Prime e HBO

Para Beck, a água da chuva ou do banho parece "ácido". Por isso, ela toma banho a cada dois dias e não toma um copo de água inteiro há mais de um ano. Chorar, de acordo com a adolescente, faz seu rosto ficar vermelho e "queimar".

“Eu choro como uma pessoa normal e dói. As lágrimas são uma das piores partes disso, porque quando você chora, suas lágrimas não devem queimar sua pele", disse ela ao jornal britânico Daily Mail.

Os sintomas começaram a aparecer quando Beck tinha 13 anos e estava passando pela puberdade. De primeira, ela achou que o problema era a água em sua casa ou algum outro tipo de alergia.

Abigail Beck, jovem do Arizona diagnosticada com alergia à água

Abigail Beck, jovem do Arizona diagnosticada com alergia à água (Facebook/Reprodução)

"[A doença] controla minha vida, mas eu não quero isso. Eu vomito se bebo água, meu peito dói muito e meu coração começa a bater muito rápido", conta Beck. Ao invés de água, a jovem toma bebidas energéticas ou suco de romã.

Os médicos consideram colocar uma linha intravenosa nela para ajudá-la a tomar fluidos no futuro. Por enquanto, Beck toma pílulas de reidratação.

"Se as coisas continuarem progredindo, precisarei de um tratamento mais permanente."

LEIA TAMBÉM: Casa dos aliens? "Porta" vista em foto de Marte intriga usuários

É possível ter alergia à água?

Sim. A condição de Beck é conhecida como urticária aquagênica, que faz com que ela tenha alergia à água.

É normal os pacientes sentirem coceira após entrar em contato com a água. O mais comum, porém, é a formação de urticárias na pele, que fica com manchas vermelhas nas regiões do pescoço, peito e braços.

Uma vez que a água é removida, a erupção desaparece entre 30 a 60 minutos.

O que causa alergia à água?

A causa da urticária aquagênica não é clara, mas cientistas acreditam que pode ser devido a uma substância na água que desencadeia uma resposta imune.

A maioria dos casos ocorre aleatoriamente, sem história familiar da doença. Devido à raridade da condição, pouco se sabe sobre a melhor forma de tratá-la.

Quantas pessoas tem alergia à água?

A condição é extremamente rara, estimada em uma em 200 milhões de pessoas. Atualmente, existem entre 50 e 100 doentes conhecidos em todo o mundo.

As mulheres são mais propensas a apresentar sintomas, que geralmente começam por volta da puberdade, como é o caso de Beck.

LEIA TAMBÉM:

De dentro de bunker, apresentador ucraniano comenta festival Eurovision

Sexta-feira 13: entenda por que a data é associada ao azar

Fotos de Britney Spears nas redes sociais dividem fãs da cantora

Acompanhe tudo sobre:ÁguaAlergiasHistóriaJovens

Mais de Pop

Onde assistir 'As Crônicas de Nárnia' online? Veja ordem cronológica dos filmes

Quanto Shakira ganhou para fazer o show da final da Copa América?

Qual é a ordem cronológica correta de 'Planeta dos Macacos'? Veja onde assistir

Como termina 'House of the Dragon'? Veja como será a morte de cada um dos personagens

Mais na Exame