Acompanhe:
seloNegócios

Quem são os bilionários que mais ganharam dinheiro em 2022

Gautam Adani se tornou o terceiro homem mais rico do mundo ao longo do ano e acumula ganhos de US$ 33,8 bilhões

Modo escuro

Continua após a publicidade
O bilionário indiano lidera o Adani Group, conglomerado que fundou em 1988 e que tem atuação em transporte, logística e desenvolvimento de infraestrutura (Subhankar Chakraborty/Hindustan Times/Getty Images)

O bilionário indiano lidera o Adani Group, conglomerado que fundou em 1988 e que tem atuação em transporte, logística e desenvolvimento de infraestrutura (Subhankar Chakraborty/Hindustan Times/Getty Images)

M
Marcos Bonfim

Publicado em 26 de dezembro de 2022 às, 13h30.

Última atualização em 26 de dezembro de 2022 às, 13h33.

Bilionários famosos como Elon Musk, Mark Zuckerberg e Jeff Bezos registraram quedas expressivas em suas fortunas ao longo de 2022. Os resultados foram puxados, em grande parte, pelo cenário econômico mais crítico e pela retração no valor das ações das companhias que fundaram.

Para um outro grupo de bilionários, o ano de 2022 foi de bons ventos e representou a entrada de soma vultosas em seus rendimentos.

Gautam Adani, bilionário indiano e fundador de um conglomerado industrial, é a pessoa que mais teve a sua fortuna aumentada, segundo o índice de bilionários da Bloomberg. O valor subiu US$ 33,8 bilhões, o que contribuiu para que o executivo ocupasse a 3ª posição entre os mais ricos do mundo com US$ 110 bilhões.

Ele está atrás apenas de Bernard Arnault, que assumiu a liderança da lista no começo de dezembro, e Elon Musk, em 2º, após acumular perdas de US$ 132 bilhões nos últimos 12 meses.

Veja quem são os bilionários:

Gautam Adani – Ganhos de US$ 33,8 bilhões

Gautam Adani se tornou o primeiro homem asiático a alcançar o pódio no índice da Bloomberg. Ele lidera o Adani Group, um conglomerado que fundou em 1988 e que tem atuação diversificada em transporte, logística e desenvolvimento de infraestrutura.

Os investimentos do magnata vão desde minas de carvão a portos, aeroportos e usinas de energia — essas últimas numa tentativa mais recente de se tornar um produtor massivo de energias renováveis.

Todas as companhias fundadas por Adani são listadas em Bolsa e o bilionário detém boa parte das ações de cada uma delas. Nas empresas Adani Enterprises, Adani Power e Adani Transmission, por exemplo, concentra 75% de participação. Também possui mais da metade das ações da Adani Ports & Special Economic Zone e da Adani Green Energy e 37% das ações da Adani Total Gas.

Além disso, ele é o dono do maior porto comercial da Índia e de uma das maiores minas de carvão do país. Outro ativo importante é o aeroporto de Mumbai, o principal do país. Ele detém 75% de participação.

O empresário entrou para a lista de bilionários em 2008, 20 anos após a criação da empresa que se transformaria em um conglomerado. Atualmente, a fortuna dele é estimada em US$ 110 bilhões.

Jeff Yass – Ganhos de US$ 29,1 bilhões

Yass é cofundador do Susquehanna International Group, uma empresa que atua na indústria financeira de Wall Street. A Susquehanna nasceu operando no mercado de Opções e ampliou o seu leque ao longo do tempo, oferecendo uma classe maior de ativos financeiros, além de derivativos de apostas esportivas e políticas.

A empresa investe também em private equity e venture capital. A estimativa é de que Yass detenha cerca de 50% da companhia, também acionista minoritária na ByteDance, responsável pelo desenvolvimento do TikTok.

A fortuna é de US$ 32,9 bilhões, o que o coloca como 33º mais rico do mundo.

Rodolphe Saade & family – Ganhos de US$ 11,3 bilhões

Rodolphe Saade é presidente e executivo-chefe da CMA CGM, a terceira maior empresa de transporte de contêineres do mundo e a sua fortuna é oriunda dessa operação. Com sede em Marselha, na França, a empresa tem mais de 580 navios e registrou receita de 56 bilhões de euros (US$ 66,2 bilhões) em 2021.

O executivo compartilha a propriedade da companhia de capital fechado com os seus dois irmãos. Juntos, de acordo com documentos internos, controlam 73% da companhia.

Os valores da fortuna são de US$ 17,3 bilhões, alta superior a 180% em um ano. Com os irmãos, o francês ocupa a 87ª colocação no ranking.

Zhang Yiming – Ganhos de US$ $10,4 bilhões

Fundador da ByteDance, grupo de mídia dona do aplicativo de vídeos TikTok, Yiming subiu algumas posições no ranking e ocupa a 22ª posição. Em 2022, a sua fortuna aumentou em mais de US$ 10,4 bilhões, crescimento de 23% nos últimos 12 meses.

A empresa, com sede em Pequim, também tem entre os seus ativos uma rede de notícias chamada Toutiao.

A fortuna de Yiming é avaliada em US$ 54,9 bilhões.

Alain e Gerard Wertheimer – Ganhos de US$ $9,8 bilhões

Os irmãos franceses controlam a famosa marca de artigos de luxo Chanel. Em 2022, as suas riquezas receberam incremento de US$ 9,8 bilhões, alcançando o valor de US$ 42,7 bilhões, cada. Os negócios dos dois incluem também o universo de vinhos e cavalos de corrida na França e nos Estados Unidos.

Em 2021, o Mousse Partners, family office que gere a fortuna dos irmãos, anunciou o aumento da sua participação na marca Beautycounter, após a venda de ações da Ulta Beauty, um investimento que mantiveram por 14 anos. E também participou de uma rodada de financiamento para a rede de restaurantes fast casual Cava, a maior de cozinha mediterrânea dos Estados Unidos, fundada em 2006.

VEJA TAMBÉM:

Últimas Notícias

Ver mais
PF vai investigar se há crime em declarações de Elon Musk sobre Moraes
Brasil

PF vai investigar se há crime em declarações de Elon Musk sobre Moraes

Há 8 horas

Governo brasileiro vai reavaliar contratos com Starlink após declarações de Elon Musk
Tecnologia

Governo brasileiro vai reavaliar contratos com Starlink após declarações de Elon Musk

Há 9 horas

Decisões podem ser objeto de recursos, jamais de descumprimento deliberado, diz Barrroso
Brasil

Decisões podem ser objeto de recursos, jamais de descumprimento deliberado, diz Barrroso

Há 13 horas

Musk e Moraes: o que pode acontecer com o X, antigo Twitter, agora?
Brasil

Musk e Moraes: o que pode acontecer com o X, antigo Twitter, agora?

Há 20 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais