Mundo

Lula participa hoje de evento da OIT em Genebra e deve defender trabalho decente e combate à fome

Na sequência, presidente vai para G7, na Itália, onde encontrará líderes das maiores economias e Javier Milei, da Argentina

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 13 de junho de 2024 às 07h43.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa nesta quinta-feira, 13, da conferência da Organização Mundial do Trabalho (OIT) na Suíça Na sexta-feira, ele vai para a Cúpula do G7, na Itália. Lula defenderá o trabalho decente, o combate à fome e a taxação dos super ricos nos eventos.

Na quinta-feira pela manhã, em Genebra, Lula abrirá o evento da OIT, que terá como tema central a justiça social, com um discurso contra a desigualdade e a exclusão. Ele lembrará a iniciativa lançada no ano passado com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pelo trabalho decente, regras justas e respeito aos direitos dos trabalhadores.

A participação do presidente no Fórum Inaugural da Coalizão para Justiça Social trata do enfrentamento das desigualdades sociais, da concretização de direitos trabalhistas integrados a direitos humanos, da expansão da capacidade e acesso aos meios produtivos e da promoção do trabalho decente.

O fórum é iniciativa do diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Gilbert Houngbo, ao lado de quem Lula exercerá a co-presidência da coalizão.

Agenda da sexta-feira

Convidado pela primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, Lula seguirá no mesmo dia para Borgo Egnazia, onde participará, na sexta-feira, da Cúpula do G7 (EUA, Itália, Japão, França, Reino Unido, Canadá e Alemanha). Entre os temas a serem tratados estão inteligência artificial e transição energética.

Segundo o Itamaraty, não houve consultas do lado brasileiro, nem do argentino, sobre uma possível conversa entre Lula e o presidente do país vizinho, Javier Milei, que também estará no G7. Os dois líderes são adversários políticos na região e jamais trocaram uma palavra.

 

Acompanhe tudo sobre:G7 – Grupo dos SeteLuiz Inácio Lula da SilvaJavier MileiOITSuíça

Mais de Mundo

Olimpíadas de Paris podem ter táxis voadores elétricos após 'sinal verde' do governo

Brasil e Bolívia não podem tolerar "devaneios autoritários e golpismos", diz Lula

Campanha de Maduro aposta em etarismo contra candidato da oposição: 'Velho decrépito'

Justiça da França abre investigação sobre financiamento da campanha presidencial de Le Pen em 2022

Mais na Exame