Twitter (TWTR34) ganha a primeira rodada no processo contra Elon Musk

O Tribunal de Delaware acolheu o pedido do Twitter para um julgamento-relâmpago contra o dono da Tesla (TSLA34)
Twitter (TWTR34) (Jaap Arriens/NurPhoto/Getty Images)
Twitter (TWTR34) (Jaap Arriens/NurPhoto/Getty Images)
Carlo Cauti
Carlo Cauti

Publicado em 19/07/2022 às 17:52.

Última atualização em 19/07/2022 às 18:23.

O Twitter (TWTR34) ganhou a primeira rodada no processo contra Elon Musk.

A juíza Kathaleen McCormick, do Tribunal de Delaware, acolheu o pedido do Twitter e aprovou a realização de um julgamento-relâmpago contra o dono da Tesla (TSLA34).

A previsão é que o processo seja celebrado em outubro e possa ter duração de cinco dias.

Caso seja condenado, Musk poderia ser forçado a cumprir o acordo assinado em abril passado, que prevê a compra do Twitter por US$ 44 bilhões em dinheiro, pagando US$ 54,20 por cada ação da rede social.

Twitter (TWTR34) acusa Musk de sabotagem

A audiência preliminar foi muito intensa, com os advogados de ambos os lados que mostraram quanto a relação entre as partes está deteriorada e difícil de consertar, pelo menos por enquanto.

Os advogados da rede social acusaram Musk de "tentativa de sabotagem", acrescentando que o CEO da Tesla "está fazendo o possível para denegrir o Twitter, para colocá-lo em perigo ao tentar se livrar do contrato que prometeu honrar".

Tese firmemente rejeitada pelo advogado de Musk, Andrew Rossman, que a classificou como "absurda" e acrescentou que seu cliente "não tem interesse em prejudicar a empresa", ressaltando que Musk ainda é o segundo maior acionista do Twitter, "com uma participação muito maior que a de todo o conselho de administração".

Rossman também se opôs à hipótese de um julgamento-relâmpago a ser realizado após o verão, argumentando que era necessário mais tempo porque o que está em discussão é "uma das maiores aquisições privadas da história" envolvendo "uma empresa que possui uma enorme quantidade de dados que devem ser analisados".

Por isso, o advogado pediu que o processo não seja instaurado antes de fevereiro de 2023.

Mas a juíza McCormick não acatou esse pedido, decretando a vitória do Twitter nessa primeira rodada preliminar, e decidindo que o processo seja celebrado rapidamente.

Musk se prepara para um julgamento rápido

Musk, portanto, deve se preparar para um julgamento rápido.

Até outubro, ele terá de estruturar um sistema defensivo eficaz para evitar que essa história lhe custe caro.

Do veredito do tribunal de Delaware aparece evidente como a versão de Musk para justificar o cancelamento da compra, ou seja a grande quantidade de contas falsas na rede social, não tem grande apelo nos tribunais.

Por outro lado, os argumentos dos advogados do Twitter, mais focados nas consequências reais desta história, como o colapso da ação na Nasdaq e os efeitos na estabilidade da empresa, parecem mais sólidos.

Ações do Twitter ganhando força em Wall Street

Em tudo isso, um ponto de grande interesse veio de Wall Street.

Porque enquanto o tribunal de Delaware decidiu contra Musk, as ações do Twitter começaram a subir, chegando a ganhar mais de 4%.

Os papéis da rede social chegaram a uma valorização de US$ 40, valor que a ação não via há mais de um mês.

Com isso, o valor de mercado do Twitter está de volta acima de US$ 30 bilhões. Essa batalha judicial pode acabar custando muito caro para Elon Musk.