Invest

O que é liquidez corrente e qual sua importância nos investimentos?

Muitos ainda não sabem o que é liquidez corrente e qual a sua importância na escolha de boas ações para investir

Man's hand holding stack of US currency with some bills flying away, blue background (Getty/Getty Images)

Man's hand holding stack of US currency with some bills flying away, blue background (Getty/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 29 de março de 2023 às 13h42.

No mundo dos investimentos, existem diversas formas de se avaliar bons ativos na construção de um portfólio diversificado. Na análise de empresas, por exemplo, um dos indicadores que podem ser usados pelo investidor é a liquidez corrente.

Muitos ainda não sabem o que é liquidez corrente e qual a sua importância na escolha de boas ações para investir. Para entender esse conceito e saber como aplicá-lo em seu dia a dia como investidor, acompanhe a leitura abaixo!

O que é liquidez corrente?

A liquidez corrente é um indicador financeiro utilizado para analisar o potencial de uma companhia em arcar com o pagamento de suas dívidas e compromissos financeiros no curto prazo. 

Em tese, o índice de liquidez corrente é a relação entre os ativos e passivos circulantes de uma companhia. Dessa forma, esse índice mostra a capacidade de uma empresa de converter seus ativos em dinheiro, possibilitando o pagamento de seus compromissos.

Os ativos circulantes são aqueles que podem ser imediatamente convertidos em dinheiro pela companhia, o que inclui seus bens e direitos com essa característica, somado aos recursos em caixa. Já o segundo representa as dívidas, juros, impostos e contas a pagar no curto prazo.

Qual a importância da liquidez corrente nos investimentos?

Nos investimentos, o termo “liquidez” se refere ao prazo em que o investidor terá acesso aos seus recursos após vender os ativos adquiridos anteriormente, ou resgatar um dinheiro alocado.

Dessa forma, quando a liquidez de um investimento é alta, significa que o investidor poderá acessar seu dinheiro investido com maior rapidez. Por outro lado, uma liquidez baixa vai gerar um tempo maior para que o investidor possa resgatar esses recursos.

No caso da liquidez corrente de uma empresa, o termo faz referência ao tempo em que a companhia poderá converter determinado ativo em dinheiro, fazendo com que a saúde financeira daquela companhia seja de certa forma protegida em meio a dívidas e custos.

A saúde financeira é um dos principais quesitos a se avaliar antes de escolher boas ações de empresas para incluí-las no portfólio. Por essa razão, a liquidez corrente pode ser uma grande aliada na tomada de decisão nos investimentos, a depender também de outras questões como o perfil do investidor e a estratégia adotada por ele.

A interpretação do índice de liquidez corrente é de que se a empresa não conseguir pagar suas contas e dívidas nos prazos corretos, ela estará propensa a ter que arcar com juros maiores e potenciais multas por atraso, o que poderia impactar seus resultados trimestrais.

Apesar da liquidez corrente ser uma métrica importante a ser analisada pelo investidor, vale ressaltar que ela não deve ser a única a fazer parte de uma análise completa de uma empresa na tomada de decisão nos investimentos.

Nesse sentido, cabe considerar o uso do índice de liquidez corrente como um dos instrumentos de avaliação de uma companhia que, em conjunto com os demais indicadores de análise fundamentalista, pode gerar melhores oportunidades de alcançar um bom retorno no longo prazo no investimento em ações.

Como calcular a liquidez corrente?

Para calcular a liquidez corrente de uma empresa, primeiro é necessário estimar o valor total de ativos, bens e direitos circulantes associados àquela companhia. 

Além disso, é preciso fazer a soma dos valores relacionados aos passivos circulantes. Por fim, é preciso encontrar o resultado da divisão entre os dois valores e aprender como analisar liquidez corrente.

Liquidez corrente fórmula

A fórmula da liquidez corrente é: LC = AC / PC, em que:

  • LC: liquidez corrente
  • AC: total de ativos circulantes
  • PC: total de passivos circulantes

Entenda melhor como calcular liquidez corrente através dos dois exemplos ilustrativos abaixo.

  • Situação 1: Uma empresa do ramo de transportes possui R$ 2,5 milhões em ativos circulantes. Por outro lado, seus passivos circulantes somam R$ 1,0 milhão. Como resultado da divisão entre os valores, obtém-se uma liquidez corrente de 2,5.
  • Situação 2: Uma companhia do setor de varejo tem um total de R$ 80 milhões em passivos circulantes. Já seus ativos circulantes somam uma quantia de R$ 50 milhões. Assim, a liquidez corrente dessa empresa é 0,625.

Como interpretar o índice de liquidez nos investimentos?

Para o investidor, mais importante do que saber como calcular o índice de liquidez corrente é entender como interpretar o seu resultado. Como referência inicial, deve-se verificar se ele é igual, maior ou menor que 1.

Na situação 1 do exemplo anterior, o resultado de 2,5 para a liquidez corrente significa que a cada R$ 1,00 de dívida ou obrigação financeira que uma empresa tenha no curto prazo, ela tem R$ 2,50 em bens e direitos para honrar seus compromissos.

O índice de liquidez corrente menor que 1 (situação 2) significa que a capacidade financeira daquela companhia para arcar com custos de funcionamento e dívidas pode estar mais comprometida. 

Valores maiores que 1 indicam que a empresa pode estar mais saudável financeiramente naquele momento. Porém, isso não se aplica a todos os casos.

Existem diversas formas de interpretar esse índice de liquidez nos investimentos, assim como diversas variáveis que impactam nesse valor. Além de analisar o número obtido em si, é importante verificar o setor de atuação daquela companhia e o seu ciclo operacional.

No caso de empresas de varejo, por exemplo, esse número pode ser menor em períodos de sazonalidade. Ou seja, é possível que uma empresa com uma alta eficiência operacional tenha uma liquidez corrente mais baixa.

Por essa razão, é mais conveniente utilizar esse resultado para comparar empresas do mesmo setor e verificar se esse período de sazonalidade se aplica a elas.

Além disso, é importante considerar que nem todos os ativos da companhia estão sendo considerados nesse cálculo, mas apenas os circulantes. Por essa razão, outros 3 indicadores semelhantes podem ser analisados, como: 

  1. Liquidez Imediata: considera nos ativos circulantes apenas os recursos presentes em caixa, saldos e outros que podem ser disponibilizados de maneira imediata.
  2. Liquidez Seca: mesmo cálculo da liquidez corrente, mas descontando dos ativos circulantes o valor do estoque.
  3. Liquidez Geral: em que também são considerados os ativos e passivos não-circulantes (além dos ativos e passivos circulantes).

Foi possível entender o que é liquidez corrente e qual sua importância nos investimentos? Acompanhe outros conteúdos do nosso Guia de Investimentos!

O que é lucro líquido? 
O que é prejuízo líquido? 
O que é receita bruta? 
O que é margem operacional?

Acompanhe tudo sobre:Guia de Investimentos

Mais de Invest

Bolsas da Europa fecham em baixa, pressionadas por turbulência política após eleições na UE

Nota Fiscal Paulista abre consulta para sorteio de R$ 1 milhão

Pix bate novo recorde de transações em um mesmo dia, com movimentação de R$ 90,9 bilhões

Ibovespa opera em alta mesmo com aversão ao risco exterior e piora das perspectivas pelo BC

Mais na Exame