Esporte

Quais os clubes com as maiores dívidas no Brasil? Veja ranking

Apesar de registrar o maior faturamento da história em 2023, o futebol brasileiro também viu as dívidas subirem a um nível histórico

Corinthians assumiu a ponta do ranking de maior dívida do Brasil (Getty Images/Getty Images)

Corinthians assumiu a ponta do ranking de maior dívida do Brasil (Getty Images/Getty Images)

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 19 de junho de 2024 às 10h22.

Última atualização em 21 de junho de 2024 às 15h27.

O futebol brasileiro viveu um ano de contrastes em 2023. Enquanto os clubes da Série A do Brasileirão comemoraram o maior faturamento já registrado, impulsionado por acordos de patrocínio, direitos de transmissão e aumento de receitas de bilheteria, o lado financeiro das organizações mostrou um cenário alarmante.

O montante das dívidas dos 20 principais clubes do país atingiu um recorde histórico de R$ 11,7 bilhões. Este crescimento no endividamento reflete uma série de desafios econômicos e administrativos que os clubes enfrentam, incluindo a gestão de altos salários, contratos de jogadores, custos operacionais elevados e a necessidade constante de investimentos em infraestrutura. Embora o aumento de receitas seja um sinal positivo, a capacidade dos clubes de administrar suas finanças de forma eficaz é crucial para evitar crises financeiras futuras e garantir a sustentabilidade do esporte.

O Relatório Convocados, elaborado pela Consultoria Convocados em parceria com a Galapagos Capital e a Outfield, destaca os números alarmantes do endividamento dos clubes brasileiros. Este artigo examina quais são os clubes mais endividados do país e quanto cada um devia em 31 de dezembro de 2023.

Clubes mais endividados do Brasil

Segundo o relatório, os maiores devedores ao final de 2023 foram:

  1. Corinthians: R$ 1,894 bilhão
  2. Botafogo: R$ 1,301 bilhão
  3. Atlético-MG: R$ 998 milhões
  4. São Paulo: R$ 856 milhões
  5. Cruzeiro: R$ 811 milhões
  6. Fluminense: R$ 736 milhões
  7. RB Bragantino: R$ 696 milhões
  8. Vasco: R$ 696 milhões
  9. Internacional: R$ 650 milhões
  10. Santos: R$ 548 milhões
  11. Athletico-PR: R$ 492 milhões
  12. Palmeiras: R$ 466 milhões
  13. Grêmio: R$ 441 milhões
  14. Flamengo: R$ 391 milhões
  15. Bahia: R$ 366 milhões

Como é calculada a dívida dos clubes?

O cálculo da dívida dos clubes não segue uma fórmula única, resultando em divergências nos valores publicados por diferentes fontes. O Relatório Convocados utiliza a seguinte metodologia para calcular o endividamento:

- Empréstimos e Financiamentos: Valores devidos a instituições financeiras.

- Fornecedores: Dívidas com fornecedores de produtos e serviços.

- Valores a Pagar a Clubes e Agentes: Quantias devidas a outros clubes e agentes de jogadores.

- Impostos Parcelados: Impostos em atraso e parcelados.

- Salários, Direitos de Imagem, Encargos Sociais, Impostos e Contribuições: Obrigações trabalhistas e fiscais.

- Adiantamentos: Valores recebidos antecipadamente e ainda não compensados.

- Disponibilidades: Valores disponíveis em caixa e equivalentes que são subtraídos do total de dívidas.

Contexto econômico dos clubes brasileiros

A escalada das dívidas ocorre em um momento em que os clubes também reportam recordes de faturamento. O desafio está em equilibrar receitas crescentes com uma gestão financeira sustentável. O endividamento elevado, se não for bem gerido, pode comprometer a saúde financeira e a competitividade dos clubes no longo prazo.

O cenário financeiro dos clubes brasileiros é complexo e preocupante. Enquanto o aumento das receitas é uma notícia positiva, a gestão eficiente das dívidas é crucial para garantir a sustentabilidade do futebol no país. O relatório sublinha a necessidade de estratégias robustas de controle financeiro e planejamento a longo prazo para que os clubes possam prosperar tanto dentro quanto fora de campo.

Acompanhe tudo sobre:BrasileirãoCorinthiansSão Paulo Futebol ClubePalmeirasFlamengoEsporte Clube BahiaSantos Futebol ClubeCruzeiro Esporte ClubeAtlético - MGFluminenseBotafogoVascoInternacional

Mais de Esporte

Pela primeira vez na história, mulheres serão 55% da delegação do Brasil nas Olimpíadas de Paris

Flamengo x Fortaleza: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Palmeiras x Atlético-GO: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Mais na Exame