Vontade de pular Carnaval? Confira os blocos e shows online pelo Brasil

Carnaval surpresa em Salvador? Os melhores momentos dos desfiles passados? Veja a programação desse domingo para uma folia sem aglomerações:

Pela primeira vez, o Brasil precisou adiar o Carnaval de seu calendário oficial. No entanto, os brasileiros carentes de uma folia ainda podem aproveitar eventos e shows organizados de forma virtual.

O amanhã está sendo escrito hoje. Você está preparado para escrever o seu? Conheça o curso de inovação da EXAME Academy

Nesse domingo, a marca de cerveja Devassa, da fabricante Heineken, busca reinventar o Carnaval com o inédito Carnavaranda Tropical, um circuito com 15 shows surpresa que vão acontecer a partir das 15h30 e serão espalhados por varandas residenciais em Salvador.

De maneira segura, sem estimular aglomerações por perto, a ação contará com grandes nomes do Carnaval, como Ivete Sangalo, Banda Eva, Carlinhos Brown, Olodum, Didá, Larissa Luz e Margareth Menezes.

O Carnavaranda Tropical vai contemplar diversos bairros da cidade em uma sequência de shows espalhados por varandas da cidade e, quem quiser acompanhá-los, poderá checar nas redes sociais da marca Devassa, que repostará os conteúdos dos artistas e consumidores que acompanharão os eventos de suas casas.

Confira mais eventos e shows para aproveitar na tarde de domingo:

Bloco da Preta

Tradicional, o Bloco da Preta promete agitar o domingo, 14, de carnaval em live que será transmitida no canal do Youtube da cantora Preta Gil.

O show terá início às 16h e será realizado em um local com vista para a Baía de Guanabara, com participações de Alcione, Tereza Cristina e Mumuzinho.

Live do Bell Marques

O ex-vocalista do Chiclete com Banana, também terá live no domingo de carnaval. Chamada de “Carnaval do Camaleão”, a live, que será transmitida no canal do Youtube do cantor baiano, terá o mesmo nome do tradicional bloco de Bell Marques em Salvador.

A apresentação tem início marcado para às 16h e terá um repertório de sucessos da época do Chiclete com Banana, como “Diga que valeu”, “Menina me dá seu amor” e “Não vou chorar”.

Reprise de desfiles

Nas noites de sábado e domingo, a Globo vai reprisar desfiles que marcaram época nos sambódromos do Rio e de São Paulo. O “Vale a Pena Ver de Novo” carnavalesco privilegiou desfiles mais recentes de São Paulo – como o da Rosas de Ouro em 2005 (Mar de Rosas, injustiçado em um 7.º lugar) e o campeão da Vai-Vai em 2008 (Acorda Brasil! A saída é ter esperança, sobre o poder da educação).

No Rio, um novo público poderá revisitar o delírio futurista de Fernando Pinto na Mocidade Independente (Ziriguidum 2001, um carnaval nas estrelas, campeão em 1985) e o protesto de Joãosinho Trinta no clássico Ratos e Urubus, larguem a minha fantasia, desfile sobre o lixo físico, mental e espiritual da sociedade brasileira. O cortejo da Beija-Flor, vice-campeão, foi eternizado pela imagem do Cristo mendigo, que desfilou coberto, censurado, com a faixa “Mesmo proibido, olhai por nós”.

O carnavalesco Milton Cunha e o ator Aílton Graça vão apresentar o programa que vai embalar a folia dos telespectadores da Globo, que poderão escolher, de casa, o campeão em votação na internet. Em suas redes sociais, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (Liga-SP) também promete transmitir um total de 34 desfiles do Grupo Especial e do Grupo de Acesso em maratona festiva até o dia 15.

Festival Tô Me Guardando

A programação conta com 380 atividades, entre instalações artísticas em São Paulo, apresentações onlines, atividades em espaços culturais e apresentações de blocos carnavalescos nas redes sociais. O Festival acontece de 12 a 28 de fevereiro.

Na noite de sexta-feira, dia 12, o Bloco Afro Ilú Obá De Min abre as festividades no mesmo trajeto que o cortejo toma todos os anos. Da Avenida São Luís à Praça Ramos de Azevedo, serão projetados vídeos com imagens de desfiles passados e um telão de LED, acoplado a um carro de som, até o Largo do Paissandu. Ainda na sexta-feira, às 20h, o Bloco Pilantragi abre as apresentações virtuais.

“É um Carnaval possível no momento em que vivemos”, comenta o Secretário de Cultura da Cidade de São Paulo, Alê Youssef. “Hoje, o mais importante é resguardar a saúde dos milhares de profissionais envolvidos na festa e dos foliões. Inspirados pela letra do mestre Chico Buarque, estamos nos guardando para quando o Carnaval chegar”, explica o Secretário sobre a iniciativa.

Rio de Janeiro

Ainda que o prefeito do Rio, Eduardo Paes, tenha descartado a possibilidade de o carnaval deste ano ser comemorado em julho, como era aventado por algumas escolas de samba. Blocos de rua e escolas de samba cumprirão o calendário oficial de forma online.

Estação Primeira de Mangueira

Após lançar uma coleção de roupas em parceria com a marca carioca Reserva, a Estação Primeira de Mangueira preparou um “Viradão do Carnaval Verde e Rosa”, com lives nos dias 14, 15 e 16, às 15h. 

A escola vai seguir com a disputa para definir qual samba será cantado em 2022 sobre a homenagem a três ícones da escola: a poesia de Cartola, o canto de Jamelão e a dança de Delegado, lendário mestre-sala da agremiação. Num enredo de três baluartes homens, a Estação Primeira recebeu um recorde de sambas compostos por mulheres – das 51 músicas concorrentes, 11 são assinadas por compositoras.

“A Mangueira não desfila só no carnaval, a Mangueira desfila 365 dias por ano, porque tem todo o trabalho social que fundamenta a essência da escola. A Mangueira é muito mais do que uma escola de samba, é uma escola de vida”, afirma Moacyr Barreto, vice-presidente de projetos especiais da agremiação. “Estamos celebrando a vida, mostrando que escola de samba é um quilombo de resistência do dia a dia.”

Cordão do Boitatá

Outro bloco que tem motivos para comemorar este ano é o Cordão do Boitatá. Com 25 anos de história, o bloco fará uma live no domingo (14) a partir das 15h através do canal do YouTube, a gravação acontecerá no Teatro Riachuelo, no Rio de Janeiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.