A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Em carta emocionada, Alexandre Birman agradece ao pai pelo IPO da Arezzo

Em 10 anos, a receita do grupo passou de R$ 700 milhões para R$ 2 bilhões. Hoje é também o aniversário do fundador da marca, Anderson Birman

Hoje é dia de festa na Arezzo, uma dupla comemoração. Exatamente 10 anos atrás, o grupo estreava na bolsa. A data para a abertura de capital não foi marcada por acaso. Hoje também se celebra o aniversário do fundador da marca, o mineiro Anderson Birman.

Ganha pouco, mas gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy

Para marcar os dois momentos, o filho mais velho de Anderson e atual CEO da Arezzo&Co, Alexandre Birman, divulgou uma carta emocionada de agradecimento ao pai. “Hoje completamos 10 anos do nosso IPO e você seus 67 anos de idade”, começa Alexandre, na carta. “Motivo para agradecer e celebrar Imagino a emoção ao ver a construção do seu legado ao longo dessa jornada.”

Alexandre lembrou a origem da marca, quase 50 anos atrás: “Para quem nasceu em Manhuaçi -MG e, aos 8 anos de idade, vendia “os ovos quentinhos da galinha da vovó” e, aos 18 anos, com seu irmão e seu pai, começou a fazer sapatos em uma garagem, criando uma marca e pesquisando nomes de cidades italianas para chegar até aqui não foi uma tarefa fácil.”

Os resultados do IPO também são alardeados. “Deade a abertura do nosso capital na B3, a bolsa do Brasil, nossa ação ARZZ3 valorizou 325%, enquanto o IBOV valorizou 79,4%. Tivemos 37 trimestres de crescimento, passamos de 303 lojas monomarca para 808, ampliamos o canal multimarcas de 1.573 clientes, e o melhor tínhamos 705 acionistas e hoje temos 34 mil sócios.”

A receita do grupo passou de R$ 700 milhões para R$ 2 bilhões nesses 10 anos. Também nesse período, lembra Alexandre na carta ao pai, muitos passos femininos foram dados com os mais de 150 milhões de pares vendidos, em batizados, viagens e passeios proporcionados para suas fieis clientes.

Desde 2011, a Arezzo&Co divulgou 40 balanços, registrando crescimento de receita e de EBITDA em 37 e 32 trimestres, respectivamente. Dois dos trimestres que registraram queda ocorreram justamente durante a pandemia, no ano passado.

Ainda assim, 2020 foi um ano de conquistas para o grupo, que acelerou a digitalização de sua operação, fortaleceu iniciativas de integração de canais, criou um marketplace próprio, o ZZMall, e ferramentas desenvolvidas para impulsionar as vendas online. O resultado foi um crescimento de vendas no e-commerce de três dígitos em relação a 2019.

Como base dessa reestruturação, a Arezzo&Co inaugurou o ZZ Digital, um complexo de inovação que funciona dentro da fábrica de Campo Bom, no interior do Rio Grande do Sul.

O grupo também realizou uma de suas maiores transações desde o IPO, a aquisição do grupo carioca Reserva, por 715 milhões de reais. Com a incorporação, a empresa ampliou seu portfólio para 13 marcas, passo importante para executar a estratégia de se tornar uma house of brands.

Na sequência, anunciou a aquisição de 75% do brechó online TROC, fundado em 2017 pela empresária Luanna Toniolo, em Curitiba. A transação marcou a estreia do grupo no mercado de second hand, que deve atingir cerca de 31 bilhões de reais até 2029, além de oficializar a operação do ZZ Ventures, braço de corporate venture capital da Arezzo&Co, responsável pela captação de novas startups em diversos segmentos.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também