• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

Startup ESG Incentiv.me lança ferramenta de governança e transparência

Batizada de Monitore, solução permite que empresas acompanhem projetos sociais investidos por meio de impostos e verba direta
Com clientes como Electrolux, Nubank e SulAmérica, expectativa da startup é escalar a atuação e atender mais companhias de capital aberto (Getty Images/Daria Voskoboeva)
Com clientes como Electrolux, Nubank e SulAmérica, expectativa da startup é escalar a atuação e atender mais companhias de capital aberto (Getty Images/Daria Voskoboeva)
Por BússolaPublicado em 13/05/2022 15:00 | Última atualização em 13/05/2022 13:30Tempo de Leitura: 6 min de leitura

Por Bússola 

No mercado desde 2016, a startup de inovação tributária Incentiv.me conecta projetos sociais que desejam captar recursos com companhias e pessoas físicas interessadas em investir seus impostos por meio de leis de incentivo fiscal. Agora, a Incentiv.me acaba de lançar a solução Monitore, que facilita a gestão desses projetos e promove transparência, governança e insights sobre os resultados do portfólio para os investidores.  

“A Monitore funciona quase como uma auditoria de resultados, possibilitando que as empresas e indivíduos comprovem, de maneira eficiente, que investem seus impostos e recursos próprios em iniciativas de impacto social. Com as métricas e registros das contrapartidas dos projetos beneficiados em um só lugar, as companhias também podem atestar que realmente exercem o ESG e que isso não está apenas no discurso. Assim, evitamos os riscos do greenwashing e do socialwashing, beneficiando o mercado como um todo”, diz Douglas Lopes, CEO da Incentiv.me. 

Com mais de 100 empresas investidoras em sua base, a Incentiv.me já destinou cerca de R$ 150 milhões para 345 projetos ao redor do Brasil. No momento, a startup possui 600 iniciativas de diferentes segmentos em processo de captação. Ao todo, são aproximadamente 4 mil usuários cadastrados na plataforma, que possui o maior portfólio de proponentes do país. Com a Monitore, o objetivo é atender mais empresas de capital aberto ou em preparação para tal movimento, já que, para elas, o monitoramento de dados é uma obrigação e não apenas um recurso adicional. 

Segundo Nadine Mattos, head de Produto da startup, a solução tem potencial para revolucionar a forma como as empresas investidoras se relacionam com os projetos sociais e proponentes. “A tomada de decisão de um investimento passará a ser pautada em critérios objetivos, justos e alinhados com a estratégia da empresa, usando a inteligência de dados para verificar o impacto gerado por cada projeto e trazendo com tudo isso uma externalidade muito positiva: a profissionalização dos proponentes, que antes não mensuravam os resultados dos seus projetos de forma estruturada. É uma mudança cultural que beneficia ambas as partes”, diz.  

Como funciona 

Construída com um modelo Software as a Service, em que uma equipe multidisciplinar acompanha todas as etapas do investimento, a Monitore possui funcionalidades para mensurar o direcionamento de recursos de forma quantitativa e qualitativa. Na página inicial, as companhias podem ver todo o portfólio ou selecionar cada projeto incentivado para analisar as informações, os marcos e as contrapartidas, com os respectivos status e prazos de entrega. As contrapartidas ainda passam por um sistema de aprovação, com a empresa sendo capaz de enviar feedbacks aos proponentes. Também é possível aplicar filtros, como período, lei de incentivo utilizada, cidade, estado, ODSs, dentre outros, e obter gráficos. 

Já os proponentes podem contar com armazenamento de dados adequado à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), sistema em nuvem que não exige download, login e senha para múltiplos envolvidos no projeto, menu “Incluir Dados” para realizar o input das informações, marcos e contrapartidas, além de uma aba de “Resultados”, em que podem conferir seus dashboards individuais de gráficos. Assim, também desfrutam de maior organização, segurança e transparência. 

Logo, o funcionamento da Monitore baseia-se em três pilares: tecnologia, com a disponibilização da infraestrutura única de acompanhamento e gestão do portfólio de investimentos; consultoria, com a definição das métricas, indicadores do portfólio e dos projetos incentivados; e Monitoramento, com o suporte técnico contínuo para acompanhamento dos projetos e dos resultados, até a entrega de contrapartidas. Para os investidores utilizarem o recurso, é necessária uma taxa de setup e uma assinatura mensal ou anual. 

“Nós desenvolvemos o catálogo de métricas sobre impacto social, via direcionamento de recursos, mais robusto do país. No início de 2019, passamos pelo Programa de Inovação Aberta da Braskem Labs e, em 2020, ganhamos o Prêmio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) para colocar esse sonho em prática. Hoje, estamos empolgados em dividir com todo o mercado essa solução, que traz mais eficiência na gestão do portfólio de investimentos sociais”, comenta Thais Lopes, COO da Incentiv.me. 

Impacto na prática 

Electrolux, Nubank, SulAmérica e Grupo Potencial estão entre as mais de 100 empresas que impulsionam empreendimentos sociais por meio da Incentiv.me. No sistema, elas já contavam com o Mapa das Leis, um banco de dados sobre todas as leis brasileiras de incentivo fiscal, a Calculadora de Potencial, que identifica o total de impostos disponível para investir na modalidade, e a Plataforma Marketplace, que automatiza parte do match entre as companhias e as iniciativas mais relevantes para suas estratégias de responsabilidade social. Agora, a Monitore será mais uma possibilidade para aumentar a eficiência no processo de investimento.  

Um dos cases de sucesso da nova solução envolve a própria FAPESC, com a participação da Incentiv.me em um edital para captar R$ 5 milhões para projetos catarinenses. A startup ultrapassou a meta e chegou a R$ 7.8 milhões, captados através de impostos de empresas como Suzano, Softplan e SulAmérica e destinados para 30 iniciativas dos segmentos de saúde, arte e cultura, esporte e educação.  

Com a utilização da Monitore, a Instituição acompanha em tempo real o andamento de cada um desses projetos, sendo que 11 já estão em execução, dez estão em pré-produção e nove estão aguardando a liberação de recursos. A FAPESC também consegue verificar que, até o momento, mais de mil e quinhentas pessoas foram beneficiadas por essas iniciativas, sendo a maioria idosos e crianças. Esses dados geram valor para o relatório de sustentabilidade, aumentam os indicadores ESG e podem ser utilizados para a tomada de decisão do financeiro, dentre outras possibilidades nas empresas. 

“O nosso uso da Monitore tem sido cada vez mais intenso e, com ela, não perdemos mais tempo analisando relatórios ou buscando se uma prestação de contas foi bem feita. Hoje, tudo chega até nós de uma forma mais estruturada e com uma periodicidade que antes não conseguíamos ter. Quando eu quero saber o andamento de um projeto, eu entro na Monitore e faço uma consulta. Isso traz clareza para o dia a dia e, como consequência, resultados muito mais precisos”, afirma Luiz Pires, Diretor do Instituto SulAmérica. 

“O mercado de impacto social precisa se profissionalizar e nos sentimos seguros de que estamos contribuindo para isso a partir de uma solução de monitoramento de projetos centralizada e estruturada. Construir algo novo é sempre desafiador, porém conseguir solucionar dores reais do mercado, de forma imediata, é gratificante. Também estamos muito empolgados com o retorno que recebemos das empresas que já utilizam a ferramenta. Queremos estar em constante evolução e, para isso, pretendemos introduzir a mensuração de impacto nos projetos incentivados”, afirma a Head da Monitore, Nadine Mattos. 

 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube  

Veja também 

Lambda3 assume frente de transformação digital do ecossistema Tivit 

 

GESTÃO: Precisamos retomar o trabalho. Mas dá para voltar sem humanizar? 

 

Você confunde engajamento com motivação? Está faltando governança