Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Um conteúdo Bússola

Quem tem medo de errar, também não tem chances de acertar

Quando o desejo é maior do que o medo, é possível usar a motivação como um recurso para sair da zona do medo e partir para ação
Controlar seus sentimentos é a chave para o progresso de várias formas (ra2studio/Getty Images)
Controlar seus sentimentos é a chave para o progresso de várias formas (ra2studio/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 08/07/2022 às 20:00.

Por Alice de Salvo Sosnowski*  

Uma frase atribuída a Mahatma Gandhi diz que “a força não provém da capacidade física, mas de uma vontade indomável”. Na tradução para os dias atuais essa vontade é a motivação, um ingrediente essencial para a realização de nossos objetivos pessoais e profissionais.  

A verdade é que a maioria das pessoas adia seus projetos porque têm medo de falhar, de não estar à altura dos desafios ou acha que não consegue superar os obstáculos. Esse medo paralisa a ação e impede a realização das metas. 

Mas quem tem medo de errar, também não tem chances de acertar. Por isso é preciso usar a motivação intrínseca como um recurso para sair da zona do medo e partir para ação, apesar dos riscos. 

Quando o desejo é maior do que o medo, surge a faísca que nos permite sair da paralisia e dar o primeiro passo. No começo, é normal sentir desconforto. Depois, as coisas vão ficando mais fáceis, levam a outras conquistas e entram num círculo virtuoso. 

Perceba que, ao começar a realizar algo que parecia difícil, você reforça seu próprio valor, alimentando a sua autoconfiança e autoestima. A partir daí é possível alcançar metas, estabelecer novos horizontes e conquistar uma agradável sensação de realização. 

É importante ter consciência deste processo e treinar a mente para usar a motivação como ferramenta para enfrentar o medo. Por isso, antes de dizer que não consegue, tente. Fazer e errar traz experiência. Não fazer gera sensação de fracasso. Saiba que o maior problema não é errar, mas não se dar a chance de acertar.

Tudo que vale a pena exige algum tipo de risco, seja ele financeiro, físico ou psicológico. Mas com a mentalidade certa é possível estar pronto para superar desafios, desenvolver novas habilidades e expandir nossos limites. 

*Alice Salvo Sosnowski é jornalista, consultora de negócios e especialista em empreendedorismo e soft skills. Foi eleita em 2019 uma das Top Voices no Linkedin. Criadora da metodologia O Pulo do Gato Empreendedor, que desenvolve habilidades para os desafios da nova economia. 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube 

Veja também

O que os eventos nos ensinam sobre a economia de cidades pequenas 

Já pensou em ter um celular renovado? Mercado cresce 29% na América Latina 

Por que grandes empresas devem investir em hubs de startups