Um conteúdo Bússola

Programa busca startups que trabalhem em preparação para desastres na AL

Também serão reconhecidas empresas que influenciam comunidades e indivíduos ajudando-os a se adaptar aos grandes desafios da mudança climática
Village Capital e Metlife Foundation vão apoiar de oito a dez startups (Chris Conway/Getty Images)
Village Capital e Metlife Foundation vão apoiar de oito a dez startups (Chris Conway/Getty Images)
B
Bússola

Publicado em 01/07/2022 às 19:30.

Última atualização em 01/07/2022 às 19:36.

A Village Capital, com o apoio da MetLife Foundation, está com inscrições abertas até 5 de agosto para seu programa de aceleração Adapt: Inovação Social para um Futuro mais Resiliente na América Latina. O objetivo é apoiar empreendedores de startups no Brasil, Chile, Colômbia e México a continuarem desenvolvendo projetos que contribuam para o cenário de mudanças climáticas, promoção da saúde e mobilidade econômica e que impactam positivamente o destino da região.

O programa de aceleração vai apoiar de oito a dez startups na América Latina que estão criando e ampliando o acesso a soluções nos seguintes temas:

  1. Preparação para desastres: projetos relacionados ao setor de seguros (insuretech) e à recuperação dos desastres naturais
  2. Saúde e bem-estar: projetos de saúde mental, condicionamento físico e acesso à saúde
  3. Saúde financeira: projetos relacionados com fundos de emergência, gestão das necessidades financeiras do dia a dia e preparação financeira
  4. Oportunidades econômicas, de trabalho e de aprendizagem: projetos que podem incluir novas rotas para empregos locais com foco em tecnologia, como meio de impulsionar o desenvolvimento de empregos futuros.

“Acreditamos que a inovação pode dar lugar a uma nova geração de soluções que fortalecerão as comunidades e reduzirão as desigualdades, contribuindo para um futuro mais seguro para todos”, afirma Eric Clurfain, presidente regional da MetLife Latin America.

Para o presidente da MetLife Brasil, Breno Gomes, o programa é uma oportunidade para que empreendedores brasileiros consigam mostrar a força das startups locais e seus diferenciais em inúmeros projetos. “Acredito na importância de programas de aceleração como este, principalmente após estes dois últimos anos, que impactaram o negócio de inúmeros empreendedores. Promover um programa como este que, não só oferece recursos, mas ajuda no direcionamento dos negócios e abraça novos projetos locais.”

Devido ao seu tamanho e biodiversidade, a América Latina é uma região propensa a enfrentar desastres naturais e outros desafios gerados pelas mudanças climáticas. Além disso, vários países ali localizados enfrentam adversidades, como condições de desigualdade em saúde, alimentação e problemas energéticos e de mobilidade econômica. O acesso limitado dos habitantes às soluções de proteção financeira necessárias, como linhas de crédito, alternativas de investimentos ou produtos de seguros, também acabam impactando neste cenário.

De outubro a dezembro de 2022, as startups selecionadas participarão de quatro workshops online e receberão orientação de potenciais parceiros estratégicos, investidores, clientes e outros fundadores da América Latina e dos Estados Unidos, além de realizarem sessões individuais com um analista de investimento para feedback e apoio.

As duas empresas mais bem classificadas por seus pares receberão uma doação da MetLife Foundation de US$ 20 mil para serem investidos em suas operações locais. Todas as startups que se inscreverem no programa serão convidadas a participar da Abaca, a plataforma online gratuita da Village Capital que ajuda os empresários a projetar marcos importantes em sua jornada para o avanço no seu setor de atuação. A rede fornece ferramentas de diagnóstico e conecta os empresários com investidores e recursos relevantes.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

ESG: o futuro da moda é circular

ESG: plataforma suporta investimento em organizações que impactem a Amazônia

Diversidade e ESG: políticas precisam ir além da superfície