Um conteúdo Bússola

Coty anuncia linha de esmaltes Risqué certificada pela Cruelty Free

Risqué, líder no segmento de esmaltes no Brasil, é a segunda marca do portfólio Coty a conquistar aprovação
Cruelty Free International analisou cadeia de fornecedores da marca (Risqué/Divulgação)
Cruelty Free International analisou cadeia de fornecedores da marca (Risqué/Divulgação)
B
Bússola

Publicado em 26/07/2022 às 19:00.

Última atualização em 27/07/2022 às 14:02.

Por Bússola

A Coty, uma das principais empresas de beleza do mundo, anuncia sua primeira parceria estratégica no Brasil com a organização Cruelty Free International, a principal instituição que atua globalmente para extinguir testes em animais. Como sua primeira iniciativa do gênero no Brasil, a Coty agora conta com Risqué aprovada no programa Leaping Bunny. 

Reconhecido mundialmente por ser o padrão ouro para cosméticos, cuidados pessoais, produtos domésticos e de limpeza livre de crueldade animal, o programa exige requisitos que vão além das legislações restritivas a testes em animais. Ampla, sua aprovação é concedida a todos os produtos que integram o portfólio de uma marca e não só a apenas alguns itens.  

Para que a Coty obtivesse essa aprovação concedida à Risqué no programa Leaping Bunny, a empresa trabalhou em conjunto com a Cruelty Free International analisando toda a cadeia de fornecedores da marca. “Ao longo do processo, realizamos rigorosa auditoria em toda a cadeia de suprimentos Risqué – envolvendo 134 fornecedores, com 110 matérias-primas e ingredientes individuais sendo submetidos a avaliações específicas. E desse momento em diante teremos constantes auditorias independentes”, explica Henrique Sales, diretor sênior de P&D da Coty Brasil.

Vale reforçar que Leaping Bunny é a única aprovação formal do gênero que, adicionalmente a essas auditorias independentes, exige o monitoramento de toda a cadeia de fornecedores por parte da marca. Segundo Henrique, “para garantir a assertividade em todo esse processo, já temos um sistema interno ativo voltado ao acompanhamento dos fornecedores Risqué, fazendo controle e contínua auditoria dos ingredientes e matérias-primas, o que assegura estarmos rigorosamente aderentes às exigências do programa”, conclui. 

Orientada pelo propósito de democratizar a beleza no Brasil, a Coty vem trabalhando para trazer constantes inovações ao mercado local, oferecendo aos consumidores produtos de alta qualidade a preço justo, conceito definido como smart-choice (escolha inteligente). Além disso, a companhia intensifica seu compromisso de apresentar produtos cada vez mais sustentáveis e inclusivos, com base em seus princípios ESG.  

“Mais do que nunca, consumidores esperam que as marcas defendam mudanças positivas, oferecendo produtos e experiências que também estejam ligados a muitas preocupações de responsabilidade social corporativa, entre elas as sociais. Essa aprovação é um significativo passo para a Coty Brasil, totalmente em linha com nossa ambição e forte compromisso de promover nossa jornada sustentável no segmento”, diz Regiane Bueno, vice-presidente de Marketing da Coty Brasil.  

Risqué, marca presente no mercado brasileiro desde 1958, destaca-se não só por seus produtos de alta qualidade, mas também por abordar questões sociais - promovendo discussões sobre quebra de padrões no uso de esmaltes, empoderamento feminino, diversidade, importância de autoexpressão, entre outras. Agora, a aprovação concedida pela Cruelty Free International legítima a preocupação da companhia de intensificar seu engajamento com questões sustentáveis. Esta é mais uma importante conquista de Risqué, tão reconhecida pelos consumidores no Brasil.   

“Estamos muito satisfeitos em dar este passo junto à Coty em sua jornada de combate à crueldade animal e felizes em receber a Risqué em nossa família Leaping Bunny. O Brasil é um mercado de cosméticos muito relevante e é ótimo que os consumidores tenham mais uma opção de produtos cruelty free. Parabenizo a Coty e o time Risqué por todo o árduo trabalho que os fizeram conquistar essa nossa aprovação, e animada pela contínua colaboração”, diz Michelle Thew, CEO da Cruelty Free International. 

Em 2018, a Coty anunciou a Covergirl como sua primeira marca global com a aprovação do Leaping Bunny. Este novo anúncio torna a Risqué a segunda marca do portfólio Coty a alcançar a conquista, reforçando o compromisso da empresa em combater testes em animais na indústria da beleza. Localmente, a Coty Brasil avalia a aprovação do programa para outras de suas marcas.  

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Conheça seis práticas de empresas que mantêm alta performance em vendas 

Abrainc Match reúne startups e incorporadoras para rodadas de negócios 

Petlove inaugura loja conceito em São Paulo, com prateleira infinita