Bússola
Acompanhe:
Um conteúdo Bússola

Compras públicas são oportunidade para pequenos e médios empreendedores

Processos de licitação também contribuem para a economia local dos municípios

Empreendedores locais podem oferecer melhores condições (lankogal/Getty Images)

Empreendedores locais podem oferecer melhores condições (lankogal/Getty Images)

B
Bússola

25 de janeiro de 2023, 10h54

Para atender as necessidades dos municípios, gestores públicos frequentemente realizam processos licitatórios para aquisições ou contratações de bens e serviços. Diante disso, o processo de compras públicas pode ser visto como uma oportunidade estratégica para os empreendedores locais, afinal, essa é uma forma que eles possuem para desenvolver o seu trabalho na região onde estão inseridos.

De acordo com Leonardo Ladeira, CEO e cofundador do Portal de Compras Públicas, govtech que surgiu com o objetivo de aproximar a iniciativa privada das necessidades de compras dos entes públicos, os processos de licitação podem ser considerados uma forma de conexão entre os compradores (municípios) e fornecedores (empreendedores), uma vez que geram benefícios econômicos para a própria cidade. “O desenvolvimento de cada região é de responsabilidade da administração local. Nessa ótica, as compras públicas se tornam um importante instrumento do poder público”, diz Ladeira.

Para o executivo, quando o ente comprador tem a sua demanda correspondida por um fornecedor local, existe a tendência desse fornecedor oferecer a proposta mais vantajosa. Isso porque, na hora de compor o preço do objeto, o fornecedor local vai conseguir oferecer uma condição melhor que um fornecedor de uma região geográfica mais distante. “A oferta de condições mais adequadas se deve ao conhecimento das realidades do próprio município e das vantagens tributárias associadas, principalmente em termos de serviços dos fornecedores locais. Além disso, do aspecto prático, produtos perecíveis, como legumes, chegam em melhor estado de conservação quando o percurso e tempo de entrega é melhor”, afirma.

Quando o fornecedor local participa das compras públicas, ele ajuda o ente comprador a evitar os contratos com sobrepreço, gera mais emprego e renda, uma vez que o seu volume de produção tem aumento em escala com destino definido. “Além do mais, movimenta a economia local, tendo em vista que os recursos ficam na região. É por esse caminho que as compras públicas contribuem com o desenvolvimento econômico e o seu produto ou serviço pode ser a solução para o bem estar e desenvolvimento da sua região”, declara Ladeira.

O Portal de Compras Públicas é considerada a principal plataforma privada de compras públicas do Brasil. Ao transformar a relação entre municípios (compradores) e empresários (fornecedores), a iniciativa promove uma economia de 28% aos cofres públicos e uma agilidade de até 76% nos processos e licitações.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Nova metodologia eleva a produtividade na indústria da construção civil

Oito dicas para começar 2023 poupando mensalmente

Entenda o papel do low-code para a gestão do trabalho híbrido