Um conteúdo Bússola

5G melhora e reduz custo do serviço público, diz conselheiro da Anatel

Artur Coimbra comenta temas que serão debatidos no evento 5G.br Manaus, promovido pelo Ministério das Comunicações
 (Bussola/Divulgação)
(Bussola/Divulgação)
B
Bússola

Publicado em 20/09/2022 às 16:00.

Última atualização em 20/09/2022 às 16:35.

As aplicações do 5G vão muito além daquelas relacionadas ao uso puramente industrial ou ao lazer. O cidadão comum vai poder usufruir da tecnologia por meio de serviços públicos mais eficientes, Isso vai da saúde à segurança pública, incluindo até mesmo redução no custo de tarifas, que podem ocorrer, por exemplo, por meio da melhoria na eficiência do controle de redes elétricas, com automação de sistemas.

Em entrevista à Bússola, Artur Coimbra, conselheiro da Anatel, fala sobre como a quinta geração de internet móvel vai impactar a vida do cidadão e como o leilão do 5G vai levar conectividade a áreas remotas do Brasil.

Esses e outros temas relacionados à chegada no Brasil da quinta geração de internet móvel serão debatidos na próxima quinta-feira, 22 de setembro, em Manaus, durante o seminário 5G.br Manaus, promovido pelo Ministério das Comunicações (MCom).

O evento, que acontece no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, discute os benefícios da quinta geração de internet móvel e as perspectivas da evolução tecnológica na região amazônica,em especial na indústria e na educação. Para se inscrever, basta preencher um formulário no site do evento.

Bússola: O 5G vai promover uma transformação radical em muitos setores e nos serviços públicos, especialmente no suporte a aplicativos de missão crítica, ou seja, aqueles que dizem respeito a serviços de emergência ou que envolvam riscos à vida. Nesse sentido, como o 5G pode impactar na melhoria dos serviços públicos prestados à população?

Artur Coimbra: O 5G tem um papel especial nas aplicações de missão crítica, em especial nas grandes cidades, que são os locais em que se dá a maioria das ocorrências. O transporte de acidentados ou de pessoas acometidas por emergências médicas será especialmente beneficiado por uma integração dos veículos de socorro com a rede semafórica da cidade, garantindo privilégio no deslocamento.

Será possível, igualmente, propiciar um atendimento médico de mesma qualidade para todos os brasileiros, aproximando virtualmente os pacientes de localidades remotas dos grandes centros de medicina. Em relação à segurança pública, o uso de câmeras nas fardas policiais permitirá operações mais seguras, com orientações e monitoramento remoto em tempo real. Isso diminuirá a letalidade e aumentará a efetividade da atuação policial.

O 5G também é muitas vezes chamado de internet tátil, por permitir respostas rápidas e imediatas na interação entre homem e máquina por meio do toque. Em que tipos de aplicações vai ser possível sentir os efeitos dessa característica da tecnologia?

Vários setores se beneficiarão da automação propiciada pela tecnologia 5G, aumentando a produtividade e entregando bens ou serviços melhores aos consumidores, a menores preços. Por exemplo, o uso de 5G para controle das redes elétricas pode propiciar uma redução das perdas de energia, que hoje são de cerca de 15% de toda a energia produzida. Isso permite não apenas uma vida útil maior dos sistemas elétricos, como uma redução do custo do serviço.

No plano logístico, a distribuição de cargas estará totalmente integrada a partir da plena cobertura de rodovias viabilizada pelo leilão, o que fornecerá segurança, previsibilidade e geração de dados para aprimoramento dos serviços prestados.

Uma das aplicações mais imediatas do 5G está no agronegócio. Mas a tecnologia vai estar disponível nas áreas mais remotas do país, nos locais onde estão os pequenos e médios e até mesmo os grandes produtores rurais?

O leilão do 5G prevê o cumprimento de um conjunto de obrigações, que consistem, entre outras, não apenas em cobrir todas as cidades brasileiras, mas também em cerca de 1.700 localidades rurais com o 5G standalone, que é a tecnologia mais avançada no mundo.

Para além disso, praticamente todas as 10.000 localidades rurais brasileiras mapeadas pelo IBGE terão cobertura de, no mínimo, 4G. Somado isso ao atendimento de rodovias, tem-se a cobertura plena da produção agropecuária brasileira, não apenas para a área plantada propriamente dita, mas também para os principais corredores de escoamento da produção.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

5G vai transformar toda a cadeia na indústria de games

5G: Jogos competitivos ganham de ponta a ponta com tecnologia

Para Youtubers, 5G revoluciona geração que verá vida e morte do videogame