STF decreta prisão de Pedro Henry

A Polícia Federal confirmou já ter recebido o mandado de prisão

Brasília – O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou na manhã de hoje (13) a prisão do deputado federal Pedro Henry (PP-MT), que pode ser detido ou se entregar a qualquer momento. A Polícia Federal (PF) confirmou já ter recebido o mandado de prisão.

Henry é um dos 25 condenados na Ação Penal 470, o processo do chamado mensalão federal, em que o STF julgou o esquema de desvio de recursos públicos usados para a compra de apoio parlamentar a projetos de interesse do governo federal.

O deputado pegou sete anos e dois meses de detenção pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo a assessoria do deputado, Henry está em Brasília, na casa de um amigo, e pretende se entregar ainda hoje. Até ontem (12) a noite, o parlamentar não havia decidido se renunciará ao mandato.

Outros dois ex-deputados condenados no mesmo processo e já presos, José Genoino e Valdemar Costa Neto, optaram por renunciar aos mandatos para não enfrentar processo de cassação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.