Simone Tebet diz que dará prioridade à educação

“Estou pronta para dizer quais são as soluções reais que eu tenho para os problemas reais do Brasil", afirmou a candidata
Candidata do MBD visitou polo universitário em Pelotas (Roque de Sá/Agência Senado/Flickr)
Candidata do MBD visitou polo universitário em Pelotas (Roque de Sá/Agência Senado/Flickr)
A
Agência Brasil

Publicado em 26/09/2022 às 19:41.

Última atualização em 26/09/2022 às 19:53.

A candidata do MDB à Presidência da República, Simone Tebet, afirmou hoje, 26, que a educação será prioridade de sua gestão, caso seja eleita. A presidenciável visitou hoje o polo universitário de Pelotas (RS), acompanhada de candidatos e políticos locais.

"Estar em Pelotas me dá muita alegria, porque universidade é a minha praia. A minha vida política começou dentro de um centro universitário. Eu dei aula 12 anos na universidade do meu estado. Como é que se administra um estado, um país? Ali começou efetivamente a minha vida mais ativa na política. Então, estar em Pelotas, a terra dos estudantes, é assumir um compromisso com o futuro do Brasil. Pela primeira vez na história do Brasil, se eu for eleita presidente da República, a educação vai ser prioridade”, disse.

Simone Tebet também almoçou com políticos locais e visitou alguns pontos comerciais da cidade. Ela afirmou que candidatos não podem pedir voto útil sem apresentar suas propostas para o país. “Estou pronta para dizer quais são as soluções reais que eu tenho para os problemas reais do Brasil.”

Fique por dentro de tudo sobre as Eleições 2022 e os resultados das pesquisas eleitorais. Clique aqui e receba gratuitamente a newsletter EXAME Desperta.

Simone afirmou que sua candidatura traz moderação e consequente previsibilidade para a economia. "Eu estou muito feliz porque, por onde eu vou, eu percebo a ansiedade do eleitor ou da eleitora. E o que parece é que o próprio eleitor quer isso. Começa por querer paz e só. Nossa candidatura tem condições de trazer equilíbrio, moderação, paz. É isso que vai dar previsibilidade para a economia. É isso que vai dar segurança jurídica para os investidores. E é isso que vai fazer com que o Brasil rapidamente volte a crescer, gerar emprego e renda”.

A agenda da candidata prevista para Maringá (PR) na manhã de hoje foi cancelada devido ao mau tempo. O avião particular em que ela estava precisou arremeter quando tentava pousar no aeroporto da cidade. Havia muita névoa e chovia na cidade, na hora.

Em vídeo publicado em suas redes sociais, Tebet lamentou o cancelamento da agenda no Paraná, que também incluía a cidade de Londrina, e agradeceu os apoiadores e lideranças do partido que a esperavam.

LEIA TAMBÉM:

Datafolha mostra que 11% dos eleitores admitem optar pelo 'voto útil' no 1º turno

45% dos eleitores de Ciro e 39% dos de Tebet apoiariam Lula no 2º turno, diz pesquisa BTG/FSB