Datafolha mostra que 11% dos eleitores admitem optar pelo 'voto útil' no 1º turno

Um em cada cinco eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (PMDB) deve optar pelo voto útil nas eleições presidenciais
Urna eletrônica: eleitores podem trocar de candidato de olho no segundo turno (TSE/Divulgação)
Urna eletrônica: eleitores podem trocar de candidato de olho no segundo turno (TSE/Divulgação)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 24/09/2022 às 11:32.

Pesquisa realizada pelo Datafolha mostra que 11% dos eleitores admitem optar pelo voto útil no primeiro turno da corrida presidencial, sendo um em cada cinco no caso dos eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (PMDB).

Entre os de Ciro Gomes, são 21% e entre os de Simone Tebet, 22%. Os números foram publicados neste sábado, 24, pelo jornal Folha de S.Paulo.

Líder nas intenções de voto, o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, tem 47% da preferência entre os votos totais, ante 33% do candidato à reeleição pelo PL, Jair Bolsonaro.

A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou menos. Entre os votos válidos, Lula tem 50%, com chances de vitória já no primeiro turno, que será realizado em 2 de outubro.

Contratada pela Folha e pela TV Globo, a pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 22 de setembro, junto a 6.754 eleitores em 343 cidades do País, e registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-04108/2022.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia