Idec vai acionar MP e Procon contra a Sabesp

O motivo é a omissão de informação sobre os locais na cidade em que ocorre diminuição da pressão de água e possível falta de abastecimento

São Paulo - O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) vai acionar o Ministério Público e o Procon-SP contra a Sabesp por omitir informação sobre os locais na cidade em que ocorre diminuição da pressão de água e possível falta de abastecimento.

O Idec havia pedido à companhia o mapa de diminuição de pressão noturna de água em São Paulo, com base na Lei de Acesso à Informação, que regulamenta o direito de acesso a dados públicos. A Sabesp deveria ter respondido em 20 dias, mas pediu mais 10 dias. O prazo final venceu na terça-feira, 14.

A empresa nega que haja racionamento e alega que a diminuição da pressão não traz consequências aos consumidores.

Segundo o gerente técnico do Idec, Carlos Thadeu de Oliveira, a divulgação do mapa contribuiria para sinalizar aos consumidores os locais onde a diminuição da pressão pode causar eventual falta de água.

"Sem essas informações, as pessoas estão entrando em pânico e fazendo o pior possível, que é armazenar água, muitas vezes de forma inadequada, e o que seria consumido em 1 mês acaba sendo consumido em 15 dias."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.