Em tôm irônico, Bolsonaro diz que não pode dar entrevista devido a câncer

Na noite de quarta, presidente contou a jornalistas que havia a possibilidade de ter um câncer de pele

Brasília — Depois de ter afirmado que poderia ter um câncer de pele, o presidente Jair Bolsonaro ironizou a informação nesta quinta-feira (12), e disse a jornalistas que não poderia conceder entrevista devido à doença.

"Pessoal, como estou com câncer não vou poder atender vocês, tá ok?", ironizou Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada nesta manhã.

Na noite de quarta-feira, depois de sair do Hospital da Força Aérea Brasileira em Brasília, Bolsonaro contou a jornalistas que havia tirado um sinal da orelha durante uma consulta dermatológica, e que havia a possibilidade de ser um câncer de pele.

"Tem um possível câncer de pele. Tenho pele clara, pesquei muito na minha vida, fiz muita atividade. Então, a possibilidade de câncer de pele existe", disse o presidente ao comentar o procedimento.

Mais tarde, a Secretaria de Comunicação da Presidência divulgou uma nota dizendo que o presidente está em boas condições de saúde e "sem qualquer indicativo de câncer de pele".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.