Conheça a Starlink, empresa que Elon Musk vai apresentar para Bolsonaro

Empresário chega ao Brasil nesta sexta-feira e deve discutir uso da Starlink para conexão de escolas rurais com banda larga e monitoramento da Amazônia
Bolsonaro irá se encontrar com Elon Musk nesta sexta-feira (20). (EVARISTO SA and ANGELA WEISS/AFP)
Bolsonaro irá se encontrar com Elon Musk nesta sexta-feira (20). (EVARISTO SA and ANGELA WEISS/AFP)
Por Agência O GloboPublicado em 20/05/2022 08:51 | Última atualização em 20/05/2022 11:51Tempo de Leitura: 8 min de leitura

Elon Musk, o homem mais rico do planeta, dono de uma fortuna de US$ 210 bilhões, deve apresentar nesta sexta-feira sua empresa Starlink para o presidente Jair Bolsonaro. Sua chegada ao Brasil está prevista para hoje de manhã.

De acordo com a coluna do Lauro Jardim, o encontro, até então mantido em sigilo pelo Palácio do Planalto, acontecerá no hotel Fasano Boa Vista, no interior paulista, onde se realizará um almoço com empresários e alguns ministros do governo. Veja aqui a lista dos empresários brasileiros e executivos que se reunirão com Musk.

Fique por dentro da maior tendência para o futuro dos negócios. Participe de evento gratuito com especialistas e esteja atualizado

O bilionário dono da Tesla, SpaceX e candidato a dono do Twitter, deve apresentar sua rede de satélites Starlink. A empresa prevê oferecer internet de alta velocidade a regiões onde a fibra óptica, mesmo com o advento do 5G no mundo, não deve ser alcançada pelo custo de infraestrutura.

A Starlink promete velocidades de download entre 100 Mb/s e 200 Mb/s, e latência de até 20 ms na maioria dos locais. O projeto prevê levar 42 mil satélites para a órbita da Terra, sendo que pelo menos 1,8 mil já foram enviados.

Chegada ao Brasil

Em novembro do ano passado, Elon Musk se encontrou com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, onde apresentou seus planos para conectar as escolas rurais com banda larga e também de sistemas de monitoramento da Amazônia.

Em janeiro deste ano, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu aval para a Starlink operar satélites de órbita baixa no Brasil. Pouco mais de uma semana após a autorização da Anatel, a Starlink divulgou os preços de seus serviços de assinatura e equipamentos para fornecimento de internet via satélite no mercado brasileiro.

Quem é Elon Musk?

Aos 50 anos, Elon Musk é a pessoa mais rica do mundo, com fortuna avaliada em US$ 263 bilhões, segundo a Forbes. O dono da Tesla deve ainda conquistar seu primeiro trilhão em 2024. Considerado um dos maiores empreendedores do século XXI, Musk fez fortuna com a criação do PayPal, sistema de pagamentos on-line.

Ele também é dono de uma série de empresas. É o fundador e CEO da SpaceX, além de liderar a start-up de chips cerebrais Neuralink e a empresa de infraestrutura The Boring Company.

O empresário de tecnologia, contudo, também coleciona controvérsias. É chamado de gênio e louco no mundo dos negócios por suas ideias fora da caixa. Costuma dar opiniões polêmicas no Twitter - onde tem vasta influência entre seus mais de 83 milhões de seguidores, tendo inclusive se tornado o maior acionista da empresa e agora novo dono da rede social.

No ano passado, a revista Time ressaltou que Elon Musk é uma pessoa com influência na Terra e também fora dela.

PARTICIPE DO "MELHORES DO ESG": MAIOR EVENTO SOBRE O FUTURO DOS NEGÓCIOS NO BRASIL E NO MUNDO

Conheça a história de Elon Musk e entenda como o empresário e investidor se tornou um dos homens mais ricos do mundo:

Origem

Elon Musk nasceu em Pretória, África do Sul, em 1971. É um dos três filhos do casal Errol e Maye Musk. Sua mãe era nutricionista e seu pai engenheiro e dono de uma mina de esmeraldas. Aos doze anos, Elon engatou na programação ao escrever um código de videogame aos doze anos.

Aos 17, Musk deixou o país para evitar ser recrutado pelas forças armadas. Foi morar no Canadá, onde ingressou na Faculdade de Queens University, em Ontario. Depois de dois anos estudando na instituição, Musk transferiu para a Universidade da Pensilvânia onde se formou em Física. Fez o segundo grau de barechal em Economia, na Wharton School of Business.

Aos 24, em 1995, Musk foi morar na Califórnia para começar um doutorado em física aplicada, mas abandonou o programa em Stanford para dar seus passos como empreendedor. Em 2002, se tornou cidadão americano.

Seu primeiro negócio foi a Zip2, empresa que fundoucom seu irmão Kimbal e com o sócio Greg Kouri.

X.com e PayPal

Com a venda da Zip2 para a Compaq Computer, que pagou US$ 305 milhões, Musk co-fundou a X.com em 1999, empresa de pagamento de serviços financeiros on-line e de e-mail. Ele era o CEO e o maior acionista da empresa.

Um ano depois da criação, sua empresa X.com se fundiu com a Confinity, uma instituição de operações financeiras. A fusão entre as duas companhias deu origem ao Paypal.

Por conta de desentendimentos com outras lideranças, porém, Musk foi destituído de seu cargo no mesmo ano. Ele continuou como um dos maiores acionistas da empresa, e lucrou com a venda do PayPal para o Ebay por US$ 1,5 bilhão em 2002. Musk recebeu US$ 165 milhões pela transação.

SpaceX

Depois de acumular uma fortuna de cerca de US$ 100 milhões, Musk fundou a Space Exploration Technologies Corp., conhecida como SpaceX, em maio de 2002. O magnata sempre teve interesse em explorar soluções que ajudassem a melhorar a condição da vida humana na Terra ou que ao menos evitassem a sua extinção.

Com sua reserva, Musk criou a sua própria empresa para fomentar a indústria aeroespacial a custos mais acessíveis. Seu desejo é levar a humanidade para colonizar Marte por meio da SpaceX.

Tesla

A Tesla, maior montadora de veículos elétricos do mundo, passou a fazer parte dos planos de Musk em 2004. A fabricante foi fundada em 2003 por Martin Ebergard e Marc Tarpenning, que financiou a empresa até à rodada Série A de investimento.

Musk liderou a rodada de investimento e em fevereiro de 2004 se tornou presidente do conselho de administração da Tesla. O objetivo de aquisição da empresa guarda relação com um dos seus princípios ao realizar negócios: diminuir os efeitos do aquecimento global.

Atualmente, a Tesla produz centenas de milhares de carros elétricos todos os anos e conseguiu evitar problemas na cadeia de suprimentos melhor do que muitos de seus rivais, enquanto pressiona muitos consumidores jovens a migrar para veículos sustentáveis e montadoras tradicionais para mudar o foco para veículos EV.

O valor de mercado da Tesla subiu para mais de US$ 1 trilhão este ano, tornando-a mais valiosa do que a Ford e a General Motors juntas. Sua avaliação fez de Musk a pessoa mais rica do mundo.

Preocupação com o futuro da civilização humana

Na esteira da preocupação com o aquecimento global e com o futuro da civilização humana, Musk também lidera outras start-ups focadas em soluções disruptivas para a sociedade.

A Neuralink, criada em 2016, visa unir a mente humana a computadores. O projeto da start-up inclui implantar chips com milhares de eletrodos no cérebro com o intuito de ajudar a curar doenças neurológicas como Alzheimer, demência e lesões na medula espinhal e, finalmente, fundir a humanidade com a inteligência artificial.

Musk, que frequentemente alerta sobre os riscos da inteligência artificial, disse que a conquista mais importante do implante além das aplicações médicas seria “algum tipo de simbiose de IA onde você tem uma extensão de si mesmo”.

Em julho do ano passado, a Neuralink informou ter arrecadado mais de US$ 200 milhões de investidores, incluindo nesta lista o Google Ventures.

Outra start-up com viés inovador de Musk é a Boring Company, empresa de infraestrutura que tem o objetivo de melhorar a mobilidade nas cidades a partir da construição de redes de transporte em túneis subterrâneos profundos.

Diferentemente do sistema do metrô, o mecanismo da The Boring Company prevê que passageiros se desloquem de um ponto a outro sem paradas intermediárias.

A companhia levantou US$ 675 milhões em uma rodada de financiamento liderada pela Vy Capital e pela Sequoia Capital nas últimas semanas, levando a empresa a ser avaliada em US$ 5,7 bilhões.

A empresa já possui um sistema de túneis no Las Vegas Convention Center e transportou passageiros na conferência da CES no início deste ano. A empresa pretende se expandir em outras cidades nos próximos anos e disse que usaria o novo financiamento para “aumentar significativamente as contratações”.

Personalidade do ano

Musk foi nomeado "Personalidade do Ano" pela revista Time em 2021, ano em que sua empresa de carros elétricos se tornou a montadora mais valiosa do mundo e sua empresa de foguetes foi ao espaço com uma tripulação totalmente civil.

“Por criar soluções para uma crise existencial, por incorporar as possibilidades e os perigos da era dos titãs da tecnologia, por impulsionar as transformações mais ousadas e disruptivas da sociedade, Elon Musk é a Personalidade do Ano de 2021 da TIME”, disse o editor-chefe da revista, Edward Felsenthal.

LEIA TAMBÉM: 

Pesquisa eleitoral: Lula tem 46% e Bolsonaro 39% em um segundo turno

Musk X Twitter: qual limite para difamação por bilionários em M&As?

Musk diz que compra do Twitter não segue sem garantias sobre contas falsas

Elon Musk discute com CEO do Twitter e responde com emoji obsceno