Brasil

Chuvas no RS: cheia do Rio Caí deixa mais de 700 desabrigados no interior do estado

Frente fria que se iniciou no fim desta semana na região trouxe novos temporais ao Rio Grande do Sul e a Santa Catarina

Cheia do Rio Caí deixa mais de 700 desabrigados no interior do RS, afetando várias cidades (Anselmo Cunha/AFP)

Cheia do Rio Caí deixa mais de 700 desabrigados no interior do RS, afetando várias cidades (Anselmo Cunha/AFP)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 20 de junho de 2024 às 18h50.

Última atualização em 21 de junho de 2024 às 13h41.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

As cidades de Montenegro, São Sebastião do Caí e Nova Santa Rita, todas banhadas pelo Rio Caí, seguem com centenas de moradores desabrigados nesta quinta-feira em razão das novas chuvas na região da Serra Gaúcha, que voltaram a elevar o nível das águas.

Em Montenegro, 121 pessoas tiveram de deixar suas casas, de acordo com a prefeitura local. A medição mais recente, às 16h, indicou que o nível permanece na marca de 6,68 metros. A cota de inundação na cidade é de 6 metros.

Governo diz que concessionária seguirá operando Aeroporto Salgado Filho

Situação crítica em São Sebastião do Caí

O número de desabrigados é ainda maior em São Sebastião do Caí, com 513 pessoas distribuídas em seis abrigos da cidade, segundo informou a Rádio Gaúcha. Por lá, as águas baixaram 10 cm na última medição, mas permanecem em elevados 10,86 metros.

Nova Santa Rita também sofre com cheias

Já em Nova Santa Rita, a Rádio Gaúcha apurou que 91 pessoas continuam no Centro Humanitário de Acolhimento devido à cheia do Caí e também do Rio dos Sinos. Na manhã desta quinta, o Sinos estava em 4,7 metros, e o Caí estava em 5,5 metros, ambos acima da cota de inundação — de 4 m e 5,2 m, respectivamente.

Além destas três localidades, a Defesa Civil estadual afirma que os municípios de Igrejinha, Parobé, Rolante, Taquara, Três Coroas e Vale Real, São Jerônimo, São Luiz Gonzaga, Sapiranga, Triunfo e Três Coroas também registraram pessoas fora de casa em decorrência das chuvas do decorrer desta semana.

Alerta de novas chuvas no RS e SC

Uma frente fria que se iniciou no fim desta semana na Região Sul irá trazer mais chuvas para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina a partir desta quinta-feira, sinaliza o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). As tempestades isoladas refletem a formação de um centro de baixa pressão atmosférica na região. Centro-Oeste, Sudeste e estados do Nordeste e Norte estão sob alerta de uma área de baixa umidade classificada como de "Perigo Potencial" pelo órgão.

Para a meteorologista do Inmet, Andrea Ramos, há a possibilidade de quedas isoladas de granizo em ambas as regiões. Na manhã de ontem, a Defesa Civil do RS emitiu um alerta para chuva e vento fortes, descargas elétricas e possível queda de granizo, com validade até às 16h de hoje.

Em Porto Alegre, os termômetros marcam máxima de 21 °C e mínima de 18 °C. Em Florianópolis, a mínima chega a 19 °C e máxima de 24 °C.

Na Região Norte do país, o calor e a umidade favorecem a formação de pancadas de chuva, trovoadas e rajadas de vento isoladas, informa Ramos. Há previsão de chuvas isoladas para todas as capitais do Norte, com exceção de Palmas.

Os estados mais ao norte da região, como Amapá, Rondônia e parte do Pará e do Amazonas serão os principais afetados. Em Manaus, a máxima é de 33 °C e mínima de 23 °C.

Acompanhe tudo sobre:Enchentes no RSRio Grande do SulEnchentesChuvas

Mais de Brasil

Quero ser responsável pela vitória dele, diz Lula no lançamento da candidatura de Boulos em SP

Com esquerda em peso e até bolsonarista, PSD oficializa candidatura de Paes sem definir vice

Vamos colocar a periferia em primeiro lugar, diz Boulos ao oficializar candidatura ao lado de Lula

Fuad e Kassab apostam em discurso moderado e feitos da gestão para reeleição em prefeitura BH

Mais na Exame