Brasil

Governo autoriza uso da Força Nacional no RS por 30 dias

As equipes irão apoiar no policiamento ostensivo e nas atividades de preservação da ordem pública no estado

Força Nacional: Medida visa controlar a violência no Rio Grande do Sul após cheia histórica. (Photo by Anselmo Cunha / AFP)/AFP)

Força Nacional: Medida visa controlar a violência no Rio Grande do Sul após cheia histórica. (Photo by Anselmo Cunha / AFP)/AFP)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 20 de junho de 2024 às 19h11.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O Ministério da Justiça autorizou nesta quinta-feira o uso da Força Nacional de Segurança Pública no Rio Grande do Sul durante 30 dias. As equipes irão apoiar no policiamento ostensivo e nas atividades de preservação da ordem pública no estado, que enfrenta episódios de violência após a cheia histórica de maio.

Segundo a autorização, publicada no Diário Oficial, o contingente enviado obedecerá ao planejamento definido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do ministério.

Porto Alegre volta a registrar alagamentos e nível do Guaíba se aproxima da cota de alerta

Incidente no Aeroporto Hugo Cantergiani

A medida do governo acontece um dia após um assalto a carro-forte que resultou em tiroteio no Aeroporto Hugo Cantergiani, no município gaúcho de Caxias do Sul. A troca de tiros resultou na morte do sargento Fabiano Oliveira, 47 anos, do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM). Um criminoso também morreu no confronto e já foi identificado pelas forças de segurança.

Denúncias de Ameaças e Interferências

Moradores e voluntários denunciaram ameaças das organizações criminosas em meio ao resgate das vítimas das enchentes. No início de maio, o surfista Pedro Scooby, que viajou para a região para auxiliar no socorro, afirmou que as facções cercearam o trabalho de apoio e dificultaram a retirada de pessoas de áreas atingidas.

Preocupação com a Segurança Pública

No início do mês, o GLOBO mostrou que os efeitos dos temporais — que impactaram desde a infraestrutura local até a economia — na segurança pública preocupam especialistas, que temem a possibilidade de um aumento significativo dos índices nos próximos meses, assim como já ocorreu em outras tragédias de largo impacto pelo mundo.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulEnchentes no RSGoverno Lula

Mais de Brasil

Governo e Senado pedem ao STF prorrogação de prazo de acordo sobre desoneração da folha

Lula diz que proposta de segurança do governo será elaborada com 27 governadores

Aeroporto de Porto Alegre será reaberto em outubro com 50 voos diários, diz ministro

Governo Lula é ruim ou péssimo para 44,2% e bom ou ótimo para 37,7%, aponta pesquisa Futura

Mais na Exame