A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Brasil registra 1.234 mortes por covid-19 em 24h, diz consócio

O país tem um total de 112.423 óbitos e 3.505.097 casos confirmados da doença. A média móvel de vítimas nos últimos sete dias é de 980

O Brasil tem 112.423 óbitos e 3.505.097 casos confirmados de covid-19, segundo levantamento dos veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgado nesta quinta-feira, 20.

O balanço, atualizado às 20 horas, mostra que no período de um dia foram registradas 1.234 vítimas e 44.684 testes reagentes para o coronavírus.

Os dados são compilados pelo consórcio que reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

A média móvel, que contabiliza o número de óbitos da última semana, é de 980. Há dois meses e meio este valor está próximo de 1.000 confirmações.

O estado de São Paulo chegou nesta quinta a um total de 730.828 casos confirmados da doença e 27.905 óbitos. A Bahia tem 228.596 registros da covid-19 e 4.685 mortes. O Rio de Janeiro alcançou 205.916 casos confirmados da infecção e 15.074 mortes.

 

DF muda forma de divulgar dados

Após registrar números recordes de mortes pela covid-19, o governo do Distrito Federal decidiu alterar a forma de divulgar boletins sobre o novo coronavírus. A partir desta quinta-feira, 20, são apresentados dados detalhados apenas de óbitos que ocorreram no dia. O objetivo é deixar de somar vítimas de outras datas, mas que só tiveram a confirmação da causa da morte nas últimas 24 horas.

A medida foi anunciada pelo secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo, na quarta-feira. Ele afirmou que a população estava "desassossegada" com os números atuais. Nesta quarta-feira, por exemplo, o governo local confirmou 51 mortes, sendo oito ocorridas nas últimas 24 horas.

"Vamos fugir dessa metodologia que o país inteiro está usando, porque não está funcionando", disse Araújo em entrevista à imprensa. A decisão do Distrito Federal ocorre dias após o recorde de 66 mortes confirmadas em 24 horas, registrado na segunda-feira, 17.

(Com Estadão Conteúdo)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também