Brasil tem 1.204 mortes por covid-19 em 24h; total é 47.869, diz consórcio

O país está próximo de atingir a marca de 1 milhão de casos, com 983.359 registrados nesta quinta-feira

O Brasil tem 47.869 mortes e 983.359 casos confirmados de covid-19, segundo o consórcio de imprensa formado por UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

O balanço, atualizado às 20 horas desta quinta-feira, 18, é contabilizado com base nas informações das 27 secretarias de Saúde estaduais.

Em 24 horas foram mais 1.204 vítimas e 23.050 testes positivos para SARS-CoV-2. Pelo terceiro dia, os óbitos superam a marca de 1.200. O Brasil é o país com mais mortes diárias confirmadas em todo o mundo.

Depois de semanas em segundo lugar, os Estados Unidos estão, nesta quinta-feira, em terceiro lugar com mais vítimas nas últimas 24 horas. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), foram 754 mortes.

Pela primeira vez, o México aparece atrás do Brasil, com 770 óbitos confirmados em um dia. O país tem um total de 159.793 infectados. Os dados são da plataforma Worldmeters que usa fontes oficiais.

SP tem problema para atualizar dados

Um problema na plataforma e-SUS do Ministério da Saúde, que contabiliza os casos confirmados de covid-19 no país, gerou uma subnotificação em São Paulo.

No último boletim, o estado tem 192.628 casos confirmados e 11.846 mortes pelo coronavírus.

O Ministério da Saúde informou, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, que houve um problema com a base de dados do estado de São Paulo.

“Nós orientamos a Secretaria da Saúde a utilizar a plataforma do Ministério, sem a necessidade de exportar um arquivo. Acredito que amanhã, no máximo sábado, os dados já vão estar atualizados”, disse Eduardo Macário, diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.