Waze concorre com Uber e lança app de caronas em Israel

Não há previsão de quando o app chegará a outros países

São Paulo - O Waze, aplicativo de mapas comprado pelo Google em 2013, lançou esta semana seu primeiro app "derivado".

O RideWith permite que os usuários compartilhem caronas particulares, assim como a proposta original do Uber, mas, por enquanto, funciona apenas em Israel.

O RideWith incorpora as rotas do usuário no Waze e sugere motoristas dispostos a levá-lo. Em troca, o passageiro só precisa oferecer uma quantia que cubra os gastos com combustível.

Essa quantia é calculada pelo próprio app, e também pode ser rejeitada ou alterada pelo motorista. É possível também fazer o pagamento pelo próprio aplicativo.

No anúncio, o Waze explicou que o RideWith é um projeto "experimental" e exclusivo para Android.

"Pegar carona pode ajudar a reduzir custos de viagem e combustível, o número de carros nas ruas e o estresse de encontrar um lugar para estacionar", defendeu a empresa.

Os motoristas que participarem do RideWith não podem oferecer mais do que duas caronas por dia, dificultando a "profissionalização" da prática - o que, no Brasil e em outros países, gerou problemas com taxistas para o Uber, por exemplo.

Além disso, o recurso está disponível apenas na região de Tel Aviv, e é preciso haver uma quantidade equilibrada de oferta e demanda para que o app possa ser usado.

O Waze não disse quando o novo serviço será expandido para outros países, ou mesmo se isso vai, de fato, acontecer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.