• AALR3 R$ 20,12 -0.89
  • AAPL34 R$ 65,26 -3.05
  • ABCB4 R$ 16,74 -3.46
  • ABEV3 R$ 13,89 -1.77
  • AERI3 R$ 3,64 -1.62
  • AESB3 R$ 10,71 0.09
  • AGRO3 R$ 30,64 -0.65
  • ALPA4 R$ 20,34 -1.93
  • ALSO3 R$ 19,11 0.05
  • ALUP11 R$ 26,72 0.45
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 29,49 -3.44
  • AMER3 R$ 23,15 0.26
  • AMZO34 R$ 65,38 -2.30
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 80,09 -1.37
  • ASAI3 R$ 15,72 1.75
  • AZUL4 R$ 20,78 -2.17
  • B3SA3 R$ 11,94 1.10
  • BBAS3 R$ 36,69 2.77
  • AALR3 R$ 20,12 -0.89
  • AAPL34 R$ 65,26 -3.05
  • ABCB4 R$ 16,74 -3.46
  • ABEV3 R$ 13,89 -1.77
  • AERI3 R$ 3,64 -1.62
  • AESB3 R$ 10,71 0.09
  • AGRO3 R$ 30,64 -0.65
  • ALPA4 R$ 20,34 -1.93
  • ALSO3 R$ 19,11 0.05
  • ALUP11 R$ 26,72 0.45
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 29,49 -3.44
  • AMER3 R$ 23,15 0.26
  • AMZO34 R$ 65,38 -2.30
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 80,09 -1.37
  • ASAI3 R$ 15,72 1.75
  • AZUL4 R$ 20,78 -2.17
  • B3SA3 R$ 11,94 1.10
  • BBAS3 R$ 36,69 2.77
Abra sua conta no BTG

Cientistas criam robô-camaleão que muda de cor

Tecnologia conta com sensores nanotecnológicos que detectam e exibem as cores dos arredores; veja vídeo
 (Reprodução/NPGPress em YouTube)
(Reprodução/NPGPress em YouTube)
Por Laura PanciniPublicado em 15/08/2021 10:00 | Última atualização em 13/08/2021 15:36Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Pesquisadores da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul, desenvolveram um robô-camaleão que, assim como o animal, consegue mudar de cor conforme o ambiente.

As informações são de pesquisa publicada no jornal científico Nature Communications. Não é a primeira vez que cientistas tentam criar uma tecnologia de camuflagem, mas é a primeira vez que pesquisadores combinaram aquecedores de nanofios de prata e tinta termocrômica de cristal líquido.

A abordagem anterior consistia em empilhar pixels coloridos em uma só superfície, algo "excepecionalmente desafiador" do ponto de vista tecnológico, de acordo com os pesquisadores.

Em vez disso, a camuflagem ocorre na medida que a tinta líquida é aquecida. A pele do robô é feita de "várias telas empilhadas que mudam de cor". Nelas, sensores nanotecnológicos detectam e exibem as cores dos arredores.

“O robô consegue andar e mudar de cor ao mesmo tempo, então é como um camaleão de verdade em pleno funcionamento. A pele eletrônica artificial ajusta seus matizes automaticamente para combinar com as cores de fundo sobre as quais o robô rasteja”, disse Seung Hwan Ko, autor do estudo.

“A primeira aplicação será militar, [como] robôs secretos da inteligência [ou] camuflar uniformes militares”, disse Ko, que prevê que, no futuro, a tecnologia pode ser usada para roupas que "mudam de cor de acordo com seu gosto ou ambiente".

Porém, sua equipe ainda planeja lançar uma nova versão do robô-camaleão com um sistema de resfriamento aprimorado, o que vai acelerar os reflexos de resposta da tecnologia.