Primeiro voo comercial da SpaceX terá série documental da Netflix

Missão espacial da empresa de Elon Musk terá duração de 3 dias e somente turistas a bordo; documentário será lançado "quase em tempo real" ao lançamento
 (@Inspiration4x no Twitter/Reprodução)
(@Inspiration4x no Twitter/Reprodução)
Por Laura PanciniPublicado em 03/08/2021 15:24 | Última atualização em 03/08/2021 15:45Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Netflix anunciou nesta terça-feira, 3, a sua nova série documental Countdown: Inspiration4 Mission to Space para meados de setembro.

A série irá registrar o primeiro voo comercial da SpaceX, empresa espacial de Elon Musk, e está sendo anunciada pelo gigante de streaming como o primeiro programa da companhia a cobrir um evento "quase em tempo real".

A Netflix diz que os dois primeiros episódios chegarão em 6 de setembro, seguidos por mais dois em 13 de setembro. Caso os planos da SpaceX de realizar o lançamento em 15 de setembro se mantiverem, o quinto e último episódio estreará no final do mês.

O documentário será dirigido por Jason Hehir, que criou a série documental de Michael Jordan, The Last Dance.

Como será o voo comercial da SpaceX?

Talvez você tenha lido sobre turismo espacial recentemente. As empresas Virgin Galactic e Blue Origin realizaram duas missões espaciais com turistas a bordo no início de julho. Os CEOs das empresas, Richard Branson e Jeff Bezos, respectivamente, também estavam no voo.

A missão da SpaceX, Inspiration4, será diferente delas. Enquanto os voos de julho tiveram duração de menos de 15 minutos, a viagem da empresa de Elon Musk terá duração de três dias e não contará com a presença do presidente executivo.

A série, portanto, deve mostrar todo o preparo dos convidados para se tornar um astronauta nos primeiros episódios.

Toda a missão é financiada por um dos participantes, o bilionário Jared Isaacman, como uma forma de arrecadar fundos para o St. Jude’s Children Research Hospital, hospital de caridade para crianças com câncer.

Com Isaacman, estarão também Hayley Arcenaux, funcionária do St. Jude e sobrevivente de câncer infantil; Chris Sembroski, engenheiro de dados, e Sian Proctor, artista e geocientista.

Recentemente, a tripulação aprendeu a pilotar a espaçonave Crew Dragon na sede da SpaceX na Califórnia. A cápsula do Crew Dragon voará de forma autônoma enquanto Isaacman será o comandante do voo e Proctor servirá como piloto da missão.