Com Bezos a bordo, Blue Origin tem sucesso em 1° voo espacial; assista

Nave decolou às 10h12 e os quatro passageiros voltaram em segurança às 10h22

Jeff Bezos deixa a Terra. A Blue Origin, empresa pessoal do bilionário, realizou com sucesso nesta terça, 20, o lançamento do seu primeiro voo comercial com o fundador e mais três pessoas a bordo na cidade de Van Horn, no Texas.

A nave New Shepard decolou com sucesso às 10h12 do horário de Brasília e a separação da cápsula de voo livre aconteceu às 10h15.

Bezos e o restante da tripulação atingiram o ponto mais alto de voo por volta do mesmo horário e os paraquedas foram ativados para retorno aterrisagem às 10h21. Houve contato com os tripulantes durante o voo em zero gravidade. A cápsula com os quatro passageiros pousou às 10h22.

Acompanhado do irmão Mark Bezos, a pioneira da aviação Wally Funk e o jovem de 18 anos Oliver Daemen, primeiro passageiro pagante da Blue Origin, o fundador da Amazon subiu na nave New Shepard por volta das 9h30 da manhã no horário de Brasília.

A Blue Origin é um dos investimentos pessoais do bilionário, e foi citada por ele quando deixou o comando da Amazon, no final de junho, como um de seus novos focos. Ele já mencionou investir cerca de 1 bilhão de dólares por ano na companhia. O sucesso desta terça é um importante marco para a companhia, que se concretiza no expansivo mercado de exploração espacial por empresas.

Pouso da Blue Origin Pouso da Blue Origin: Jeff Bezos abraça Laura Sanchez no retorno à terra

Pouso da Blue Origin: Jeff Bezos abraça Laura Sanchez no retorno à terra (Captura de tela/Reprodução)

A New Shepard foi projetada para transportar objetos e pessoas em voos curtos e suborbitais. Ela também é autônoma, o que significa que os tripulantes não precisaram fazer nada durante a viagem.

O voo inaugural da companhia foi planejado para ocorrer no mesmo horário em que a missão Apollo 11 da Nasa aconteceu em 1969. Bezos já disse, em discursos, que o momento foi marcante em sua vida e ajudou a estabelecer sua convicção de que a humanidade precisa estabelecer postos avançados no sistema solar, em que as pessoas possam viver.

Voos espaciais são arriscados. Como são um tipo de viagem e investimento muito novos para civis, o número de testes realizado é apenas uma fração daquelas feitos na aviação comercial, por exemplo. Executivos da Blue Origin já expresseram confiança no New Shepard, apontando para o fato de que o foguete autônomo realizou 15 viagens consecutivas.

"Nós examinamos todos os sistemas do veículo", disse o diretor de voo da Blue Origin, Steve Lanius, durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 18. "No momento, não estamos trabalhando em nenhum problema e a New Shepard está pronta para voar."

Assista a como foi o lançamento:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também