iPad mini deve chegar às lojas em 2 de novembro

A Apple deve anunciar o iPad mini na próxima terça-feira, 23, e há indícios de que as vendas vão começam no dia 2 nos Estados Unidos

São Paulo — A Apple realiza, nesta próxima terça-feira, um evento em que o assunto principal, espera-se, será o iPad mini. Hoje, o blog 9to5Mac, que costuma estar bem informado sobre os movimentos da empresa, divulgou, no Twitter que as vendas do novo tablet devem começar no dia 2 de novembro nos Estados Unidos.

“Ouvimos alguns sussurros de que o lançamento do iPad mini nas lojas será em 2 de novembro, mas não conseguimos confirmar. A data faz sentido (é uma sexta-feira) e sabemos que o tablet está sendo estocado para o lançamento”, diz o texto.

O evento de apresentação do novo tablet será no California Theatre, em San Jose, no Vale do Silício. Em geral, os produtos anunciados pela empresa em eventos como esse começam a ser vendidos na semana seguinte, na sexta-feira. Se a Apple mantiver seu cronograma habitual, 2 de novembro é a data, ao menos nos Estados Unidos.

Também supondo que a Apple mantenha seu cronograma habitual, a chegada ao Brasil seria em janeiro. Mas não é impossível que isso aconteça antes. Há cerca de duas semanas, o blog japonês MacOtakara afirmou que o iPad mini já estava sendo produzido no Brasil. A informação provavelmente veio de alguma empresa que fornece componentes para o tablet.

Pelo que se sabe, o iPad mini (o nome não é oficial) terá tela de 7,85 polegadas com a mesma resolução da tela do iPad 2, 1024 x 768 pixels. Seu preço inicial, estima-se, deve ficar entre 250 e 300 dólares nos Estados Unidos (pode chegar ao Brasil por algo entre 1.000 e 1.200 reais). Mas haverá opções mais caras, com maior capacidade de armazenamento e conexão 3G/4G.

De qualquer modo, com a força da marca Apple e preço mais baixo que o dos modelos de 9,7 polegadas, o iPad mini será um concorrente duro para tablets como o Nexus 7, do Google, e a linha Kindle Fire, da Amazon. Há cerca de uma semana, o jornal Wall Street Journal divulgou que a Apple teria encomendado 10 milhões de unidades do iPad mini a seus fornecedores, para entrega neste trimestre. É um volume grande, que sugere que os planos comerciais da empresa são ambiciosos.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.