Elon Musk está mais próximo de seu sonho espacial

A SpaceX, companhia comandada pelo fundador da Tesla, recebeu a autorização final da Nasa para realizar o lançamento no dia 27 de maio

Elon Musk deu mais um passo em direção ao espaço. A SpaceX, companhia de exploração espacial comandada pelo fundador da Tesla, recebeu a aprovação da Nasa para enviar astronautas ao espaço a bordo da sonda Crew Dragon. Ela será impulsionada pelo foguete Falcon 9 no dia 27 de maio.

O veredito da agência espacial americana foi dado nesta sexta-feira, 22, após os testes finais do programa de Revisão de Preparação de Voo (FRR, na sigla em inglês). Com tudo em ordem, a SpaceX agora se prepara para levar um grupo de astronautas até a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Eles ficarão por lá durante três meses antes de retornarem à Terra.

O lançamento do Falcon 9 deve acontecer pontualmente às 16h33 da próxima quarta-feira, 27, no Kennedy Space Center, na Flórida. Os tripulantes que estarão a bordo da sonda Crew Dragon serão Doug Hurley e Bob Behnken. Eles serão os primeiros astronautas a ser lançados ao espaço por uma espaçonave privada construída nos Estados Unidos.

Mais do que qualquer outra coisa, esta é uma missão que marca a demonstração mais clara de parcerias público-privadas entre gigantes da tecnologia e a Nasa. Além da SpaceX, outras companhias também costuram acordos com a agência espacial americana, como a Blue Origin, de Jeff Bezos, da Amazon; e a Virgin Galactic, de Richard Branson, da Virgin.

Outro ponto de destaque é que esta missão marcará o fim de um hiato de quase nove anos sem lançamentos de astronautas ao espaço a bordo de naves que decolaram de solo americano. A última vez que o um foguete partiu dos Estados Unidos foi em 2011.