Apple cai e Samsung retoma liderança do mercado de smartphones

A sul-coreana recuperou o posto de liderança no mercado de smartphones, após um trimestre com a Apple na ponta. No entanto, a chinesa Xiaomi cresceu 80% de janeiro a março e busca o topo do segmento

A sul-coreana Samsung recuperou a liderança do mercado global de smartphones do primeiro trimestre de 2021, segundo dados da consultoria Strategy Analytics. A Apple havia ultrapassado a rival no último trimestre de 2020 com a boa fase de vendas do iPhone 12, que chegou ao mercado nesse período.

A Samsung vendeu 77 milhões de unidades, enquanto a Apple vendeu 57 milhões. Ainda assim, o resultado mostra um crescimento da Apple na venda de iPhones. Com 39 milhões de vendas no primeiro trimestre de 2020, a Apple registrou crescimento de 44% ano a ano. Após sanções dos Estados Unidos, a chinesa Huawei não aparece mais entre as cinco primeiras empresas que mais vendem celulares no mundo.

No mundo, foram vendidos 340 milhões de smartphones no primeiro trimestre. Mesmo com a crise de semicondutores, que afeta a cadeia de fornecimento de eletrônicos no mundo todo, o número de vendas de celulares foi 24% maior do que o registrado em 2020 entre os meses de janeiro e março (275 milhões de unidades).

A chinesa Xiaomi é a terceira companhia que mais vendeu smartphones no mundo no primeiro trimestre. A empresa vendeu 49 milhões de aparelhos ante 28 milhões no mesmo período em 2020. O crescimento registrado de um ano para o outro foi de 80% e a parcela de mercado da empresa é de 15%. Samsung tem 23% do mercado, enquanto a Apple tem 17%.

As chinesas Oppo e vivo, do grupo BBK, têm 11% de parcela de mercado cada e venderam, respectivamente, 38 e 37 milhões de unidades.

  • Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia. Assine a EXAME.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.